Bragantino surpreende e elimina o São Paulo; Flu e Inter caem

Por fabiosaraiva
Tricolor havia vencido primeira partida, mas não conseguiu segurar a vantagem | Rubens Chiri/saopaulofc.net Tricolor havia vencido primeira partida, mas não conseguiu segurar a vantagem | Rubens Chiri/saopaulofc.net

A zebra passeou no Morumbi. Após vencer a primeira partida contra o Bragantino por 2 a 1, o São Paulo jogou fora toda sua vantagem, perdeu por 3 a 1 dentro de casa e deu adeus a disputa da Copa do Brasil, competição que nunca conquistou.

Em um Morumbi praticamente vazio por conta do frio que fazia na capital paulista, o São Paulo até que começou melhor a partida e com sete minutos de jogo abriu o placar. Após cobrança de escanteio, Paulo Miranda subiu junto com o goleiro Renan, que acabou se atrapalhando, deixando o zagueiro tricolor marcar de cabeça.

O resultado tornava o que já era difícil para o Bragantino uma missão praticamente impossível,  mas aos 23 minutos veio o empate. Cesinha bateu de primeira um cruzamento que veio da esquerda e não deu chances para Rogério fazer a defesa.

O gol animou o time do interior, que passou a criar mais chances de gol. Pouco antes do intervalo a zaga do São Paulo tirou uma bola em cima da linha.

A postura do São Paulo no segundo tempo foi irreconhecível. Com seis minutos o Braga já teve duas boas chances de virar o placar. O São Paulo se encolhia na defesa e não conseguia criar. A virada veio aos 19 minutos. Cobrança de escanteio e Gustavo Carbonieri desviou para o gol. Rogério saiu mal na bola.

O resultado levava a partida para os pênaltis, mas o gol assustou ainda mais o Tricolor, que viu o Bragantino botar mais uma bola na trave antes de sofrer o terceiro gol. Aos 30 minutos, após outro escanteio, Rogério afastou mal e Guilherme Mattis ficou com a sobra para marcar.

Só então o São Paulo passou a tentar alguma coisa, mas sem muita organização, não conseguiu furar a zaga do Bragantino, que controlou bem a partida até o fim.

Flu leva virada histórica em casa e está fora

Fred marcou pela primeira vez depois da Copa, mas viu o Flu cair em casa | Flickr/Fluminense Fred marcou pela primeira vez depois da Copa, mas viu o Flu cair em casa | Flickr/Fluminense


O Fluminense entrou em campo com grande vantagem e praticamente classificado, mas foi eliminado da Copa do Brasil sofrendo uma goleada em pleno Maracanã. O Tricolor poupou alguns titulares e perdeu para o América-RN 5 a 2, que garantiu a vaga nas oitavas de final graças ao número de gols marcados fora de casa. Na ida, o time carioca havia vencido por 3 a 0.

O duelo no Rio começou com um susto para os torcedores do Flu. Aos 16 minutos, Marcelinho aproveitou erro da zaga e encheu o pé da entrada da área para abrir o placar.

O empate carioca veio aos 31. Fred recebeu grande passe de Cícero e tocou na saída do goleiro Fernando Henrique, revelado pelo Tricolor. Foi o primeiro gol do atacante depois da passagem apagada pela seleção brasileira na Copa do Mundo.

Pouco depois, aos 36, Cícero aproveitou o rebote de Fernando Henrique e só empurrou pra rede para virar o jogo.

Na volta do intervalo, logo aos 4 minutos, o atacante Max tocou na saída de Cavalieri e voltou a dar esperanças ao torcedor potiguar. Com o placar empatado, Cristóvão Borges colocou o argentino Conca na partida, mas quem melhorou foi o time visitante.

Aos 30, Alfredo aproveitou falha de Cavalieri fez 3 a 2 para o América-RN. A reação continuou aos 37, novamente com Alfredo, que marcou o quarto e deixou a equipe nordestina a um gol da classificação.

E foi o que aconteceu. Aos 45, Pimpão, ex-jogador do Vasco, aproveito erro da zaga e garantiu a inesperada classificação do América-RN.

O time de Natal agora aguarda o sorteio para conhecer o rival nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Ceará vence novamente e elimina Internacional

E deu Vozão! Depois de vencer por 2 a 1 no jogo de ida, o Ceará voltou a triunfar sobre o Internacional, desta vez por 3 a 1, nesta quarta-feira, e garantiu vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. O grande destaque do confronto foi o atacante Magno Alves, autor de dois gols. Bill fez o terceiro do Alvinegro, enquanto Valdivia descontou para os gaúchos.

Mesmo com a vantagem no placar, o Ceará foi para cima logo no início do jogo. Aos seis minutos, Magno Alves recebeu na grande área e finalizou rasteiro. Dida fez a defesa e, no rebote, Paulão afastou.

Três minutos depois a equipe nordestina abriu o marcador. Ygor errou na entrada da grande área e perdeu a bola para Bill, que viu Magno Alves, livre, e fez o passe. O magnata só teve o trabalho de deslocar o goleiro Dida e aumentar a vantagem cearense no resultado agregado.

Melhor na partida, o Ceará pressionava e não dava espaços ao Colorado. Aos 14 minutos, Magno Alves, sempre ele, puxou contra-ataque e tocou para Bill, mas Dida chegou antes e ficou com ela.

Com a vantagem no marcador, o Ceará jogava de forma mais tranquila, apostando nos contragolpes, enquanto o Internacional não conseguia anular os atacantes Nikão e Magno Alves.

Sem alternativa, o Internacional voltou para o segundo tempo em busca do gol de empate e, consequentemente, o da virada. Logo aos três minutos, o lateral esquerdo Fabrício viu Valdivia e fez o passe de cabeça. O meia invadiu a área e finalizou de esquerda, mas a bola foi para fora. Cinco minutos depois, Valdivia achou Rafael Moura, que também chutou sem direção.

Ciente do bom momento da equipe gaúcha no jogo, o Ceará preferia trocar passes e esperar o erro adversário, o que deu certo. Aos 20 minutos, Nikão recebeu passe de Magno Alves e encobriu Dida. Antes de a bola entrar, Bill chegou no carrinho e empurrou para o fundo das redes.

Com o placar de 2 a 0 contra, o Internacional foi ao ataque e conseguiu ensaiar uma reação aos 24 minutos. Rafael Moura recebeu lançamento e tocou para Valdivia, que só teve o trabalho de mandar a bola para o gol.

O Ceará conseguiu aumentar e dar números finais aos 37, mais uma vez com Magno Alves, que driblou Cláudio Winck e finalizou no canto direito de Dida, carimbando a vaga do Vozão na próxima fase da Copa do Brasil.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo