Corinthians supera o Santos e encosta no líder Cruzeiro

Por Tercio Braga
Gil comemora o único gol do jogo | Mauro Horita/AGIF /Folhapress Gil comemora o único gol do jogo | Mauro Horita/AGIF /Folhapress

O Corinthians venceu por 1 a 0 o clássico diante do Santos, na tarde deste domingo (10), no Estádio da Vila Belmiro, na reestreia de Robinho, em partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado positivo fora de casa, a equipe comandada por Mano Menezes chega ao terceiro lugar com 27 pontos conquistados, três a menos que o Cruzeiro e um de desvantagem para o Internacional.

Já o time do Santos, por sua vez, perde a chance de enconstar nas primeiras colocações e estaciona nos 20 pontos, ocupando momentaneamente o sétimo lugar da competição.

Leia também
• Pato faz dois e São Paulo derrota o Vitória no Morumbi
• Palmeiras perde para o Atlético-MG fica à beira da zona da degola
• Com gol de Eduardo da Silva, Fla volta a ganhar no Brasileirão
• Com dois de Pato, São Paulo derrota o Vitória no Morumbi
• Inter vence o Grêmio na volta de Felipão

O gol da vitória corintiana saiu da cabeça do zagueiro Gil, que aos 38 minutos do segundo tempo aproveitou cobrança de escanteio de Renato Augusto e desviou para as redes.

As duas equipes voltam a campo no próximo final de semana. No sábado, o Corinthians recebe o Bahia, em Itaquera, às 21h. No dia seguinte, o Santos enfrenta o líder Cruzeiro, no Estádio do Mineirão, às 16h.

Violência antes do jogo

Antes mesmo do início do clássico, corintianos e santistas se enfrentaram nas imediações da Vila Belmiro e uma cena digna da Idade Média, com os dois lados empunhando pedaços de pau sobre as cabeças, como se fossem espadas.

Em uma emboscada, cerca de 200 santistas atacaram 50 corintianos, que em menor número, tentaram fugir. 20 brigões tiveram de ser atendidos, mas ninguém se feriu com gravidade.

Corinthians jogou com inteligência, diz Mano

O técnico Mano Menezes, ao analisar a vitória do Corinthians exaltou a inteligência do time. O treinador sinalizou ter aprendido a lição dos 5 a 1 sofrido para o mesmo rival no Paulistão e admitiu que seu time soube aproveitar uma das poucas chances que teve.

“Tínhamos que jogar com inteligência; Na última vez foi 5 a 1, não preciso lembrar. O adversário estava empolgado, o torcedor também, com a reestreia do Robinho. Tinha a invencibilidade (do atacante contra o Corinthians)… Tudo está dentro de uma partida quando você prepara ela”, declarou Mano, que admitiu ter sido amis cauteloso, pelo menos até a expulsão do santista Alison.

“Num primeiro momento tínhamos que segurar um pouco, e no fim do primeiro tempo ainda tivemos oportunidade. Depois da expulsão, poderíamos ter preparado mais a bola um pouco mais. Fizemos algumas vezes bem feito, e numa delas marcamos o gol”, disse o técnico.

O resultado deixou o Corinthians na terceira colocação, com 27 pontos, três a menos que o líder Cruzeiro. O Inter, que venceu o clássico contra o Grêmio, é o novo vice-líder, com 28 pontos.

‘Às vezes não tem como dar show’

Em um jogo muito disputado como foi o clássico entre Corinthians e Santos, neste domingo, na Vila Belmiro, quem acabou decidindo foi um zagueiro. Gil, do Timão, resolveu perto do fim e garantiu a vitória por 1 a 0. Depois do jogo, o herói da tarde admitiu que o futebol apresentado pelo Corinthians preza a eficiência.

“A gente vem trabalhando no que o professor vem pedindo para a gente, mas é claro que algumas partidas como a de hoje são difíceis. Não tem como dar show. Mas o time é consistente atrás, e o pessoal da frente ajuda bastante. Assim, vamos bem no campeonato”, disse Gil, que elogiou a jogada de Renato Augusto no gol.

“Pela batida do Renato, consegui me posicionar bem”, afirmou o zagueiro, evitando comentar uma possível falha do goleiro Aranha.

A vitória sobre o Santos foi a terceira do Timão por 1 a 0, em 14 jogos. Ao todo, a equipe só marcou mais de um gol em quatro jogos.

Mesmo magro, o triunfo colocou o Corinthians em terceiro, a três pontos do líder Cruzeiro. E Gil já mira a Raposa. “Estamos fazendo nossa parte, estamos tentando encostar neles. O campeonato é difícil, eles abriram vantagem, mas estamos conseguindo os resultados”, declarou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo