Pato faz dois e São Paulo derrota o Vitória no Morumbi

Por Tercio Braga
Pato e Kaká comemoram a vitória do São Paulo no Morumbi | Rubens Chiri/Divulgação Pato e Kaká comemoram a vitória do São Paulo no Morumbi | Rubens Chiri/Divulgação

A noite era de Kaká, que voltava ao Morumbi. Mas foi Pato que brilhou neste domingo, ao marcar dois gols no triunfo do São Paulo por 3 a 1 sobre o Vitória, em jogo pela 14ª rodada do Brasileirão. Alan Kardec fez o outro, e Kadu descontou para o time baiano. Todos os gols foram marcados no primeiro tempo.

O resultado deixa o São Paulo na quinta colocação, com 23 pontos – três a menos que o Fluminense, o quarto. Já o Vitória, com 14 pontos e na 15ª posição, segue perto da zona de rebaixamento. A diferença para o rival Bahia, o primeiro da degola, é de apenas um ponto.

Leia mais
• Palmeiras perde para o Atlético-MG fica à beira da zona da degola
• Com gol de Eduardo da Silva, Fla volta a ganhar no Brasileirão
• Inter vence o Grêmio na volta de Felipão e fica mais perto do Cruzeiro
• Corinthians supera o Santos e encosta no líder

Na preleção, Kaká foi homenageado por Rogério Ceni, que entregou a faixa de capitão ao meia. Em campo, o jogador teve boa atuação, mas o protagonista acabou sendo Pato.

O atacante abriu o placar aos 16 minutos do primeiro tempo, com a colaboração do time do Vitória. Alemão deu bobeira e perdeu a bola para Ganso, que rolou na medida para Pato completar para o gol.

Aos 32, Alan Kardec recebeu passe perfeito de Douglas, que driblou Wilson antes de tocar para gol vazio e ampliar o placar.

Pouco depois, foi a vez de Osvaldo armar a jogada para Pato, que chutou de fora, no canto do goleiro do Vitória, para fazer o terceiro. Se há alguma dívida do jogador com a torcida, ela começou a ser paga hoje.

Ainda no primeiro tempo, o Vitória ainda conseguiu diminuir com Kadu, aos 47. Mas mesmo tendo todo o segundo tempo, o time baiano não conseguiu reagir.

O São Paulo só administrou o placar na etapa final. Pato ainda teve chance de ampliar e deixar o Morumbi ovacionado. Mas foi quase isso. O jogador foi aplaudido pela torcida, que nem ligou para o gol feito que perdeu.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo