Santos oficializa a volta de Robinho à Vila Belmiro

Por Carolina Santos
Imagem publicada pelo Santos em página oficial | Reprodução/Facebook Imagem publicada pelo Santos em página oficial | Reprodução/Facebook

Nesta quinta-feira acabou a novela. O que todos já esperavam finalmente aconteceu, Robinho é do Santos. Esta é a sua terceira passagem pelo clube. A informação foi divulgada pelo Facebook e também pelo site oficial do clube.

Ainda nesta tarde o presidente Odílio Rodrigues dará uma entrevista coletiva para anunciar a contratação.

Robinho está no Brasil desde quarta-feira. Nesta manhã fez os exames médicos e já aguarda a data da apresentação. De acordo com o clube “por amor ao Santos, ele foi flexível nas negociações para retornar ao Peixe” e chega por empréstimo do Milan por um ano.

“É minha casa. É um lugar que eu me sinto muito bem, onde eu apareci para o mundo do futebol. Espero retribuir todo esse carinho dos torcedores dentro de campo. Tamo junto”, disse o camisa 7 após assinatura do contrato para o site do clube.

“Quando iniciamos as conversas sabíamos da importância do jogador para o Clube e para a torcida. Foi uma negociação difícil, mas com final feliz. Agora, vamos correr com a documentação para que ele esteja disponível já para o clássico de domingo contra o Corinthians”, disse o superintendente de esportes André Zanotta eem entrevista ao site do Santos.

Santos corre para estrear Robinho contra o Corinthians

Robinho ao lado do presidente do Santos, Odílio Rodrigues | Ricardo Saibun/Santos FC Robinho ao lado do presidente do Santos, Odílio Rodrigues | Ricardo Saibun/Santos FC

O Corinthians pode ter uma dor de cabeça a mais no clássico de domingo, na Vila Belmiro: Robinho. O atacante corre contra o tempo para que seu nome seja publicado no BID da CBF para reestrear pelo Santos no fim de semana.

Robinho tem um histórico amplamente favorável quando encara o rival: sete vitórias, um empate e nenhuma derrota, sendo campeão brasileiro em 2002 em cima do rival, protagonizando o lance das pedaladas contra o lateral-direito Rogério.

Na Itália, Robinho participou de um amistoso pelo Milan no último dia 20. Na última temporada passou a maior parte do tempo no banco de reservas, mas treinava em dois períodos e está em condições físicas de atuar.

Robinho comemora: Essa novela teve final feliz

Robinho assina contrato com o Santos | Reprodução/Instagram Robinho assina contrato com o Santos | Reprodução/Instagram

“Estou em casa, família e amigos por perto. O clube que me projetou para o mundo, possibilitou realizar o sonho de ser jogador de futebol. Não foi fácil. O mais importante é que voltei para o time que me projetou. Financeiramente, os valores europeus ainda são maiores, então temos de abrir mão sim. Santos se esforçou muito”, explicou o Rei das Pedaladas.

O camisa 7 brincou com o fato da demora para definir sua volta. Durante as negociações com o Santos, Flamengo e Cruzeiro entraram na briga, mas desistiram de contratar o jogador por motivos financeiros.

“Quando o mercado abria sempre se cogitava voltar para o Santos, pela minha identificação com o clube. Acho que quando se trata de negociação envolvendo grandes clubes, tem essa “novela”, essa demora. Tem muitos valores financeiros altos. Eu particularmente não gosto de novela, deixo isso com a minha mulher. Mas graças a Deus, desta vez ela (novela) teve final feliz”, comemorou.

Rei das Pedaladas

Robinho começou sua carreira em 1995 jogando futsal no Santos e logo depois mudou para a categoria de base, que na época tinha a supervisão de Pelé.

Estreou no profissional em 2002 diante do Corinthians, partida que terminou com vitória santista por 3 a 1.

Já aos 18 anos foi campeão brasileiro com o time da Vila Belmiro e foi na final contra o Corinthians que recebeu o apelido de Rei da Pedalada, depois de pedalar oito vezes diante do lateral Rogério.

No ano seguinte chegou com o Peixe à final da Libertadores, mas foi derrotado pelo Boca Juniors. Em 2004 conquistou mais um Campeonato Brasileiro.

Em 2005, Robinho foi para o Real Madrid. Três anos depois foi para o Manchester City onde ficou até 2010, quando veio emprestado ao Santos e ao lado de Neymar, André e Ganso fez partidas memoráveis.

Como capitão da equipe venceu o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil e foi convocado para a seleção brasileira para disputar a Copa do Mundo na África. Ao final do Mundial saiu do Manchester City e foi para o Milan.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo