Pai adotivo de Tevez é liberado após pagamento de resgate

Por Tercio Braga
Carlitos Tevez viajou às pressas para Argentina por causa do sequestro de seu pai adotivo / Reprodução Twitter Carlitos Tevez viajou às pressas para Argentina por causa do sequestro de seu pai adotivo / Reprodução Twitter

O pai adotivo do atacante Carlos Tevez, da Juventus, foi liberado após cerca de oito horas de sequestro. De acordo com os jornais argentinos Clarín e La Nación, Segundo Tevez já está em casa e passa bem.

Ele deixou o cativeiro por volta das 13h e, conforme divulgou o jornal Clarín, só foi liberado após o pagamento do resgate no valor de 400 mil pesos (cerca de 110 mil reais).

Segundo Tevez sofreu o ataque de três bandidos enquanto dirigia na manhã desta terça-feira, em Morón, na periferia de Buenos Aires. Após o ocorrido, Carlitos deixou a concentração da Juventus para acompanhar de perto o sequestro.

O pagamento foi realizado no cruzamento das ruas San Martín e General Paz, na capital argentina, e o homem foi liberado a poucos metros do local.

Segundo Tevez é tio de Carlitos e criou o jovem desde um ano de idade.

O pai biológico, Juan Carlos Cabral, abandonou o futuro atacante quando ele tinha seis meses. Cinco anos mais tarde, Cabral foi assassinado com 23 tiros.

Loading...
Revisa el siguiente artículo