Operário morre após cair de 15 metros em obra do Itaquerão

Por fabiosaraiva

O operário Fabio Hamilton da Cruz morreu neste sábado depois de cair de uma altura de cerca de 15 metros nas obras do Itaquerão, estádio do Corinthians e sede da abertura da Copa do Mundo de 2014.  A informação foi dada pela assessoria de imprensa do Hospital Santa Marcelina, onde o operário estava internado.

Cruz é o terceiro operário a morrer durante as obras do estádio paulista. A vítima caiu durante a montagem das arquibancadas móveis do estádio localizado em Itaquera, na zona leste de São Paulo. O operário foi levado ao Hospital Santa Marcelina em estado grave. As informações que chegam de Itaquera são de que ele utilizava os equipamentos de segurança previstos para quem executava a função em questão.

É a terceira morte nas obras do Itaquerão e a oitava de funcionários ligados às obras da Copa. No final do ano passado, dois operários morreram após um guindaste cair e atingir a estrutura do estádio. Também morreram quatro operários nas obras de Manaus e um em Brasília.

Cruz era funcionário da WDS Construções, empresa contratada pela Fast Engenharia para auxiliar na montagem das arquibancadas móveis atrás dos gols, e estava trabalhando na montagem dos pisos das arquibancadas provisórias do setor sul da Arena. Segundo a Fast Engenharia, o operário “portava todos os equipamentos obrigatórios de segurança para a atividade”.

O acidente é mais um problema para o estádio que vai receber a abertura da Copa, em 12 de junho, já que as obras estão atrasadas e a data de entrega, em 15 de abril, pode sofrer nova alteração.

A Fifa tinha determinado que todos os 12 estádios do Mundial deveriam estar prontos até dezembro do ano passado, mas seis deles se atrasaram e três ainda precisam ser entregues.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, expressou pesar pela morte do operário e manifestou “toda solidariedade com seus familiares e amigos”, acrescentando que “aguarda a apuração das circunstâncias e a determinação das responsabilidades pelo acidente”, informou nota do ministério no Portal da Copa.

 

No ano passado, dois operários morreram no Itaquerão / Divulgação No ano passado, dois operários morreram no Itaquerão | Divulgação
Loading...
Revisa el siguiente artículo