Após queda no Paulistão, Muricy cobra reforços para o Brasileiro

Por fabiosaraiva
“Minha renovação vai ser rápida. O que precisamos agora é melhorar o time para o ano que vem”   | Divulgação O técnico Muricy Ramalho | Divulgação

Muricy Ramalho teve dificuldades para explicar a surpreendente eliminação tricolor para a Penapolense, nas quartas de final do Paulistão. Mas falou novamente sobre a necessidade que a equipe tem de contratar para a disputa da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro.

Na avaliação do treinador, o São Paulo precisa aumentar a qualidade do elenco e ter mais opções para poder brigar por títulos na temporada, em especial o Campeonato Brasileiro .

“Temos de olhar com carinho. Não é só ter um bom time. Precisamos de um plantel para o Brasileiro. É um campeonato longo, com muitas viagens e lesões. O plantel precisa melhorar”, disse Muricy, que já venceu a competição quatro vezes, três delas com o São Paulo.

Um que está na mira é o volante Wesley, do rival Palmeiras. O jogador tem contrato com com o Verdão até fevereiro de 2015, mas pode assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe a partir de agosto. A diretoria monitora a situação do atleta e Muricy aprova a sua contratação. Embora desconverse: “O Wesley é um grande jogador, mas não foi falado nada sobre ele aqui.”

A diretoria também observa zagueiros. Com Antonio Carlos, Rodrigo Caio, Edson Silva, Paulo Miranda  e Roger Carvalho para o setor, o treinador pediu que Rafael Toloi, emprestado até junho à Roma (ITA) seja reintegrado.

 

Provocação

O meia Jadson, que foi para o Corinthians na troca com Pato, não deixou escapar a oportunidade de alfinetar seu ex-clube após a eliminação. No Twitter, o jogador publicou “Nada como um dia após o outro!”

Luis Fabiano, camisa 9 do Tricolor, não deixou barato: “Ele está certo. Nada como um dia após o outro, a gente vai se encontrar muito ainda. Deixa rolar. Muita coisa vai acontecer com Corinthians e São Paulo.”

 

Rubens Chiri/saopaulofc.net O atacante Alexandre Pato | Rubens Chiri/saopaulofc.net

Pato é a esperança 

Alexandre Pato está liberado para atuar na Copa do Brasil e no Brasileiro – ele não jogou no Paulistão por ter excedido o número limite de partidas pelo Corinthians. E o camisa 11 é uma das esperanças de Muricy Ramalho para o setor ofensivo, alvo de bastante preocupação do treinador, especialmente com a queda de rendimento de Ganso.

“O Pato está sofrendo demais. A pior coisa para um jogador é ficar só treinando. Ele é um jogador diferenciado, com qualidade acima da média. O Pato caiu muito bem no elenco. Vai nos ajudar muito”, disse Muricy.

O Tricolor volta a campo no dia 9 de abril, no Morumbi, contra o CSA, pelo jogo de volta da Copa do Brasil.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo