Cruzeiro cede empate no final e se complica

O Cruzeiro tinha tudo para se vingar da derrota sofrida na última semana para o Defensor, nesta quinta-feira, mas acabou tendo os planos frustrados no estádio do Mineirão e viu a sua situação ficar muito complicada na busca pela classificação à próxima fase. A Raposa vencia por 2 a 0, mas viu o time uruguaio se recuperar na partida e buscar o empate no último lance do jogo.

Com o resultado, o Cruzeiro agora não depende de si mesmo para chegar à próxima fase, pois continua na terceira posição, com quatro pontos, mas está três pontos atrás do segundo colocado Defensor. A Universidad de Chile assumiu a ponta do Grupo 5, com nove pontos, e o Real Garcilaso é o lanterna, com três.

Duas expulsões deram emoção ao jogo aos 47 minutos do primeiro tempo. Após discussão entre jogadores, Matias Malvino, do Defensor, e Nilton, do Cruzeiro, receberam cartão vermelho. Em seguida, aos 49, a Raposa conseguiu abrir o placar. Everton Ribeiro cobrou falta com maestria e fez o Mineirão explodir.

Na segunda etapa, o time comandado por Marcelo Oliveira conseguiu ampliar a vantagem aos 17, em um chute colocado de Júlio Baptista. Mas o Defensor descontou logo depois, aos 20. O brasileiro Gedoz invadiu a área pelo lado esquerdo e bateu no canto esquerdo de Fábio.

Embora a vitória do Cruzeiro parecesse certa, minutos antes do final da partida o Defensor passou a pressionar e arrancou o empate aos 48 minutos, no último lance do jogo. Pela esquerda, Luna chutou cruzado e Fábio deu rebote no pé de Zeballos, que encheu o pé e calou a torcida mineira.

Pelas duas derradeiras partidas da Libertadores, o Cruzeiro, que perdeu os dois jogos que disputou fora de casa, encara a Universidad de Chile, em Santiago, e recebe o Real Garcilaso, no Mineirão.

Loading...
Revisa el siguiente artículo