Ronaldinho marca, mas Atlético-MG só empata na Libertadores

Por Tercio Braga
Ronaldinho perdeu um pênalti, mas marcou na segunda chance | Stringer/Reuters Ronaldinho perdeu um pênalti, mas marcou na segunda chance | Stringer/Reuters

Apesar de contar com duas penalidades máximas assinaladas ao seu favor ainda no primeiro tempo, o Atlético-MG viu Ronaldinho desperdiçar uma delas e ficou apenas no empate por 1 a 1 com o Nacional do Paraguai, nesta quarta-feira, no estádio Independência, e se manteve confortavelmente na liderança do Grupo 4 da Copa Libertadores da América após quatro rodadas.

Com o resultado, o Galo foi a oito pontos, mantendo a distância de três em relação ao rival desta noite. Em seguida aparecem o Santa Fé e o Zamora, ambos com quatro.

As duas penalidades máximas agitaram o início do jogo. Aos 12 minutos, Mendoza derrubou Diego Tardelli na área. Na cobrança, Ronaldinho chutou no canto direito e o goleiro Ignacio Don saltou bem para defender.

Já aos 18, Ronaldinho teve uma falta perigosa para cobrar e Marcos Melgarejo, que estava na barreira, esticou o braço para impedir o gol, mas o juiz viu o lance e marcou novo pênalti. Desta vez o camisa 10 mudou o lado, bateu na esquerda, passou um susto porque o goleiro quase pegou, mas balançou a rede.

O empate do Nacional saiu ainda na primeira etapa. Aos 36 minutos, Riveros fez linda cobrança de falta, a bola bateu no travessão e caiu no fundo do gol alvinegro: 1 a 1.

Pela próxima rodada da Libertadores, o Atlético-MG encara o Santa Fé fora de casa, no dia 3 de abril, às 23h (de Brasília).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo