São Paulo perde de 1 a 0 do Ituano sob gritos de "entrega"

Por george.ferreira
Luis Fabiano no duelo contra o Ituano: derrota eliminou o Corinthians | Rubens Chiri / saopaulofc.net Luis Fabiano no duelo contra o Ituano: derrota eliminou o Corinthians | Rubens Chiri / saopaulofc.net

Faltou futebol e sobrou água no Morumbi neste domingo, na derrota do São Paulo por 1 a 0 para o Ituano. O resultado, se pouco significou para o Tricolor, representou a eliminação precoce do Corinthians. A partida, de baixo nível técnico, foi marcada pela forte chuva que desabou na Zona Sul da cidade, com direito a granizo, que forçou a paralisação do jogo por alguns minutos. Para completar a cena, os gritos de “entrega” de parte da torcida tricolor. No fim das contas, teve festa no Morumbi.

O resultado garante o primeiro lugar do grupo A ao São Paulo, com 24 pontos, contra 19 do Penapolense, também garantido nas quartas de final. No Grupo C, que tem o Botafogo-SP como líder, com 28 pontos, o Ituano é o segundo, com 25, e só pode ser alcançado pelo Audax, com 20, e que ainda enfrenta o Comercial na próxima terça-feira.

No início, os são-paulinos ensaiaram apoiar o time. Mas o gol do ituano, marcado por Esquerdinha, aos 12 minutos de jogo, mudou o panorama. A torcida passou a pedir para o time perder e, assim, prejudicar o rival, que sem enrolava com o Penapolense no interior.

Nos minutos finais, já sabendo do empate do Corinthians e atrás no placar, os gritos de “eliminado” tomaram o Morumbi. A derrota pouco importava diante da chance de ver o rival fora do Paulista com uma rodada de antecipação.

O jogo ficou paralisado por cerca de cinco minutos por causa da chuva de granizo. Quando a bola voltou a rolar, os times tiveram dificuldade para atuar no campo encharcado. O futebol ficou sem segundo plano.

A partida se arrastou até a parte final do segundo tempo. Com o campo mais seco, mas chances aumentaram. Mas o São Paulo, muito mal, não conseguia sequer esboçar uma reação. E era o ituano que assustava. No fim, ainda teve tempo de Paulo Henrique ganso ser expulso, aos 42 minutos.

O cartão vermelho, a derrota, a chuva… Nada disso desanimou a única torcida no Morumbi – a do Ituano. Mesmo que por 90 minutos.

No início, os são-paulinos ensaiaram apoiar o time. Mas o gol do ituano, marcado por Esquerdinha, aos 12 minutos de jogo, mudou o panorama. A torcida passou a pedir para o time perder e, assim, prejudicar o rival, que sem enrolava com o Penapolense no interior.

Loading...
Revisa el siguiente artículo