Com gol de Marquinhos, PSG vence Leverkusen e avança às quartas

Por Caio Cuccino Teixeira
Marquinhos comemora após marcar gol de empate na partida | Dean Mouhtaropoulos/Getty Images Marquinhos comemora após marcar gol de empate na partida | Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

Sem grandes dificuldades, o Paris Saint-Germain avançou para a próxima fase da Liga dos Campeões da Uefa. Nesta quarta-feira o PSG bateu o Bayer Leverkusen por 2 a 1, com um gol do zagueiro brasileiro Marquinhos, no Parque dos Príncipes em Paris, e concretizou a conquista da vaga para as quartas de final, que já estava encaminhada com a goleada por 4 a 0 imposta na partida de ida.

Leia também:
• Em casa, Barcelona vence e se classifica na Liga dos Campeões

Sidney Sam abriu o placar logo aos seis minutos de jogo, Marquinhos deixou tudo igual aos 13 e Lavezzi anotou o gol da virada parisiense aos 8 do segundo tempo. O PSG não perde em casa há 28 jogos em competições europeias.

Com a classificação praticamente em mãos antes mesmo de entrar em campo, o técnico do PSG, Laurent Blanc, escalou um time misto, poupando vários titulares, principalmente na defesa e no meio de campo.

Apenas dois dos cinco brasileiros do elenco começaram jogando, o capitão Thiago Silva e Marquinhos, que formaram a dupla de zaga. Contratado por 31 milhões de euros junto à Roma no início da temporada, Marquinhos, de 19 anos, ocupou a posição do titular habitual de Alex.

Maxwell, Thiago Motta e Lucas deram lugar a jogadores franceses, Lucas Digne, Yohann Cabaye e Adrien Rabiot, respectivamente.

Dúvida para a partida, o sueco Zlatan Ibrahimovic acabou sendo escalado, formando o trio de ataque com dois ex-jogadores do Napoli, o uruguaio Edinson Cavani e o argentino Ezequiel Lavezzi.

Mesmo entrando em campo com chances muito remotas de classificação, o Leverkusen fez questão de mostrar que queria pelo menos deixar a competição de cabeça erguida.

Gol do Bayer Leverkusen foi marcado por Sidney Sam | Dean Mouhtaropoulos/Getty Images Gol do Bayer Leverkusen foi marcado por Sidney Sam | Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

Os visitantes saíram na frente logo aos seis minutos de jogo, quando Donati recebeu na direita e cruzou na medida para Sidney Sam cabecear para as redes.

O PSG não demorou para reagir, empatando a partida sete minutos depois com outro gol de cabeça, marcado por Marquinhos.

Cabaye cobrou escanteio na esquerda e o brasileiro subiu mais alto que todo mundo na marca do pênalti para cabecear forte no canto de Leno.

O Bayer continuou pressionando e teve uma grande oportunidade de virar o marcador aos 28, quando Digne puxou a camisa do suíço Derdiyok na área. O juiz marcou o pênalti, o capitão Rolfes foi para a cobrança, mas o goleiro italiano Sirigu pulou para o lado certo e conseguiu fazer uma grande defesa.

O time da capital francesa fez questão de acabar com qualquer esperança dos alemães logo depois do intervalo.

Aos 8 da etapa final, Lavezzi fez 2 a 1 para os anfitriões com ótima finalização de primeira, na conclusão de uma boa jogada de Digne pela esquerda.

Clube da capital francesa comemora vitória pela Liga dos Campeões |  Dean Mouhtaropoulos/Getty Images Clube da capital francesa comemora vitória pela Liga dos Campeões | Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

O argentino saiu aos 16, dando lugar a Lucas. O meia mostrou boa movimentação e deu um susto na torcida quando ficou caído no gramado depois de se chocar no ar com um adversário aos 43.

Ele acabou voltando ao jogo sem problemas e ainda teve tempo deixar o PSG muito perto do terceiro gol. Nos acréscimos, cobrou uma falta com precisão, encontrando a cabeça de Rabiot, que obrigou Leno a fazer uma grande defesa para deixar o placar final em 2 a 1.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo