"Se fosse escolher, gostaria de correr na Mercedes", diz Barrichello

Por Tercio Braga
Rubens Barrichello durante a apresentação do novo patrocinador | Reprodução/Twitter Rubens Barrichello durante a apresentação do novo patrocinador | Reprodução/Twitter

Rubens Barrichello elegeu a Mercedes como o melhor carro da pré-temporada e favorita para a temporada 2014 da Fórmula 1, que começa neste domingo. Para o ex-piloto da categoria, as “flechas de prata” são os carros a serem batidos no GP da Austrália.

“Se tivesse que escolher um carro para correr neste ano, escolheria a Mercedes, até por conta do patrocinador”, brincou Barrichello, durante a entrevista coletiva de apresentação da petrolífera Petronas como sua patrocinadora na Stock Car.

Além da Mercedes, para Barrichello, a Williams tem boas chances de fazer um bom campeonato e reascender a carreira de Felipe Massa, que deixou a Ferrari após oito anos, assim como aconteceu com ele próprio em 2009.

“Pelo o que deu para ver nos testes, eles fizeram um bom carro, inclusive melhor que o de 2012, quando a equipe ganhou sua última corrida (na Espanha, com Pastor Maldonado)”, disse o brasileiro, que lembrou dos tempo de Brawn GP – surgida após a saída da Honda. “Quem sabe não acontece com o Felipe o que aconteceu comigo na Brawn, quando tivemos um ano fantástico”, comentou o terceiro colocado no Mundial daquela temporada.

Não está morta

Apesar dos resultados decepcionantes dos testes de inverno, Barrichello não considera a Red Bull completamente fora da briga. “Não dá para considerar a Red Bull fora ainda. Este ano tem de gerenciar consumo de combustível e a própria resistência do equipamento é um desafio. Mas eles estão com problemas de adaptação ao novo regulamento, isso não tem dúvida.”

Stock Car

Indo para o seu segundo ano na Stock Car, Barrichello comemorou o novo patrocinador e a chance de poder participar de uma pré-temporada completa pela primeira vez. Ele e outros pilotos estiveram nos treinos da categoria em Curitiba, no fim de fevereiro.

“É muito bom estar com todo mundo na pista, principalmente para poder comparar trabalho com os pneus novos e novo sistema de câmbio (a categoria trocou a alavanca pelo acionamento semi-automático, atrás do volante). O patrocinador ajuda bastante, tanto na parte técnica quando no dinheiro extra que entra para peças extras e testes”, analisou Barrichello.

A etapa de abertura da Stock Car acontecerá no dia 23 de março, em Interlagos, em São Paulo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo