Milan perde e está fora da Liga; Bayern empata e se classifica

Por Caio Cuccino Teixeira
Raul Garcia, do Atlético de Madrid, comemora gol contra o Milan pelas oitavas de final da Liga dos Campeões | Juan Medina/Reuters Raúl Garcia, do Atlético de Madrid, comemora gol contra o Milan pelas oitavas de final da Liga dos Campeões | Juan Medina/Reuters

O Milan perdeu por 4 a 1 para o Atlético de Madrid nesta terça-feira, na Espanha, e está fora da próxima fase da Liga dos Campeões. No jogo de ida das oitavas de final da competição, na Itália, o clube de Milão havia perdido pelo placar mínimo.

Com apenas dois minutos de jogo, o brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa já havia balançado as redes em um gol de “voadora” após cruzamento da direita. O domínio espanhol começou a ceder aos 27 minutos, quando Kaká empatou o jogo de cabeça. O meia se tornou assim o primeiro brasileiro a alcançar a marca dos 30 gols na Liga dos Campeões.

O gol animou o time italiano e a sua pequena torcida que estava no Vicente Calderón. O Milan viveu sua melhor fase no jogo e quase chegou a virar o placar em mais uma cabeçada de Kaká. Os rossoneros pareciam próximos do gol, mas em um lance isolado foi o Atlético, aos 40, que marcou. Diego Costa ajeitou com o peito e Arda Turan chutou, a bola desviou na zaga, matando o goleiro Abbiati. Castigo para os italianos.

O Milan voltou para a segunda etapa com Robinho, mas o Atlético já havia retomado o controle do jogo. O terceiro gol veio com Raúl Garcia aos 25 minutos e o gol que decretou o placar foi feito mais uma vez por Diego Costa, em chute cruzado dentro da área, aos 40. Os confrontos das quartas de final da Liga dos Campeões serão decididos em sorteio.

Bayern empata com Arsenal, mas garante vaga

O volante alemão Bastian Schweinsteiger marcou o gol do Bayern de Munique | Kai Pfaffenbach/Reuters O volante alemão Bastian Schweinsteiger marcou o gol do Bayern de Munique | Kai Pfaffenbach/Reuters

O Bayern de Munique empatou por 1 a 1 em casa com o Arsenal, nesta terça-feira, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, mas garantiu a classificação para as quartas de final da competição.

O time alemão se classificou para a próxima fase graças à vitória no jogo de ida por 2 a 0 em Londres.

Os dois gols da partida foram marcados por jogadores alemães. O volante alemão Bastian Schweinsteiger, que ficou fora dos gramados de outubro a fevereiro por lesão, abriu o placar para os bávaros aos 9 minutos do segundo tempo e Lukas Podolski deixou tudo igual dois minutos depois.

O atual campeão europeu sabia que precisava encarar a partida com cautela, já que na temporada passada tinha perdido por 2 a 0 para os ‘Gunners’ na mesma altura da competição.

Na ocasião, o resultado não tinha sido suficiente para impedir a classificação dos bávaros, que tinham vencido por 3 a 1 na ida.

A única nota negativa para o Bayern foi o cartão amarelo levado pelo brasileiro Dante aos sete minutos de jogo. Pendurado, o zagueiro não poderá disputar a partida de ida das quartas de final.

Já Rafinha, que assim como Dante participou da goleada por 5 a 0 que a seleção brasileira aplicou na África do Sul na última quarta-feira, ficou no banco. Ele foi preterido pelo capitão Philip Lahm, que, como aconteceu em Londres, voltou a atuar na lateral enquanto costuma jogar como volante sob o comando do técnico Josep Guardiola.

O meia alemão Mesut Ozil, que desperdiçou um pênalti na partida de ida, voltou a ter uma péssima atuação com o Arsenal e foi substituído no intervalo pelo tcheco Tomas Rosicky.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo