Ex-namorada afirma que Pistorius andava sempre armado

Por Tercio Braga
Pistorius durante o julgamento | Themba Hadebe/Reuters Pistorius durante o julgamento | Themba Hadebe/Reuters

A ex-namorada de Oscar Pistorius afirmou, durante o julgamento do atleta paraolímpico, que ele sempre andava armado e chegou a atirar para cima uma vez que ficou bravo. O quinto dia de julgamento do atleta sul-africano, acusado de matar a tiros a modelo Reeva Steenkamp na própria casa, há pouco mais de um ano, contou com testemunhos emocionados.

A modelo Samantha Taylor, ex-namorada de Oscar Pistorius, disse que o relacionamento dos dois acabou depois que o atleta paraolímpico a traiu com Reeva Steenkamp. Taylor contou que Pistorius sempre carregava uma arma consigo, mesmo quando visitava amigos.

Ela detalhou um episódio em que o atleta atirou pra cima pelo teto-solar do carro, após ficar irritado com um policial. Segundo a ex-namorada, Pistorius tinha medo que invadissem sua mansão e sempre que ouvia um barulho estranho saía do quarto armado para averiguar.

O segurança do atleta, Pieter Baba, também testemunhou. Ele afirmou que chegou a ligar para Pistorius após ouvir relatos de disparos na vizinhança, mas o patrão disse que “estava tudo bem”. Mais tarde, ele encontraria o atleta sul-africano chorando na casa dele, com o corpo de Reeva em seus braços.

A defesa alega que Oscar confundiu a namorada com um intruso, por isso atirou. Já a Promotoria afirma que os dois haviam discutido antes de Reeva ser morta. Se condenado, Oscar Pistorius pode pegar prisão perpétua.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo