Ronaldo pede prisão de invasores de CT do Corinthians

Por Tercio Braga
Ronaldo também já sofreu com a pressão da torcida do Corinthians | Gareth Gay/Getty Images Ronaldo também já sofreu com a pressão da torcida do Corinthians | Gareth Gay/Getty Images

Prisão. Para Ronaldo, essa deve ser a consequência para torcedores que promoveram atos de violência na invasão ao CT do Corinthians, no início do mês, e em outros episódios envolvendo o futebol. Apesar de ser tema de samba-enredo da Gaviões da Fiel no Carnaval deste ano – a escola é mantida por torcedores organizados do Corinthians –, o Fenômeno, em entrevista ao programa Pânico na Rádio, da “Jovem Pan”, não deixou de comentar sobre o tema.

“Reprovo qualquer ato violento no futebol. São bandidos que vão lá e se acham no direito de quebrar o clube quando as coisas não vão bem. Eles têm que ser presos”, disse Ronaldo, que já sofreu com a ira da torcida do Corinthians. E ele até citou uma história de quando era camisa 9 do clube alvinegro.

“Fomos eliminados no famoso jogo do Tolima (em 2011) e sofremos muito, teve invasão ao CT, um pequeno grupo de torcedores mal encarados querendo briga. Inclusive me seguiram alguns dias, mas aí eu juntei uma turma, eles conversaram entre si e ficou tudo certo, nunca mais aconteceu nada comigo (risos)”, declarou.

Após a invasão ao CT do Corinthians, em que jogadores ficaram encurralados, a polícia efetuou a prisão de quatro torcedores que teriam envolvimento no caso – entre eles um que esteve preso em Oruro, na Bolívia, por conta da morte do jovem Kevin Spada.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo