Justiça brasileira vai investigar ida de Neymar para o Barcelona

Por Tercio Braga
Neymar deixou o Santos rumo ao Barcelona em julho do ano passado | Juan Medina/Reuters Neymar deixou o Santos rumo ao Barcelona em julho do ano passado | Juan Medina/Reuters

A exemplo do que aconteceu na Espanha, a justiça brasileira decidiu investigar a contratação do atacante Neymar pelo Barcelona, informou nesta quarta-feira o jornal espanhol “Marca”. A transferência do astro brasileiro de 22 anos do Santos provocou uma grande turbulência na Espanha depois que um sócio do Barça apresentou uma denúncia contra o ex-presidente do clube, Sandro Rosell por “apropriação indébita”.

De acordo com o jornal, o Judiciário brasileiro também pediu para ver a documentação relativa à transferência do jogador para o time catalão. Os documentos devem chegar ao Brasil até a primeira semana de março e o pai do atacante deve ser chamado para prestar esclarecimentos na segunda quinzena do próximo mês.

A transação

Neymar deixou o Santos rumo ao Barcelona em julho do ano passado. Os valores não foram revelados pelo clube catalão nem pelo time santista. No entanto, alguns meses mais tarde, Josep Maria Bartomeu, ex-diretor na época destacou que a transação custou 57 milhões de euros (cerca de R$ 180 milhões) aos cofres do Barcelona.

No entanto, há duas semanas um sócio do clube catalão acusou o então presidente Sandro Rosell de desviar 40 milhões de euros na negociação, que seria, na verdade, de 86,2 milhões de euros. Diante da polêmica, Rosell pediu demissão do cargo.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo