Massa tem "dia sem sorte" nos testes da F-1 e Hülkenberg lidera

Por Tercio Braga
Nico Hülkenberg foi o mais veloz do dia com a Force India | Mark Thompson/Getty Images Nico Hülkenberg foi o mais veloz do dia com a Force India | Mark Thompson/Getty Images

Os motores da F-1 voltaram a roncar na fase de testes de pré-temporada da Fórmula 1. Desta vez, os pilotos das onze equipes inscritas para o campeonato, que começará no dia 16 de março, com o GP da Austrália, em Melbourne, aceleraram pelo asfalto do autódromo de Sakhir, em Bahrein. Mas, mesmo sob o calor de graus do Oriente Médio, o enredo continua bem parecido com o de três semanas atrás, quando os novos carros entraram na pista de Jerez de la Frontera, na Espanha, há três semanas, quando a Red Bull do tetracampeão mundial, o alemão Sebastian Vettel ficou mais tampo parada nos boxes do que no asfalto.

Leia mais
• Williams e Petrobras anunciam retomada da parceria na F-1

Vettel, apesar dos problemas, conseguiu dar algumas voltas | Andrew Hone/Getty Images Vettel, apesar dos problemas, conseguiu dar algumas voltas | Andrew Hone/Getty Images

Desta vez Vettel deu 14 voltas e cravou o 5º tempo do dia. Mas, além de rodar pouco, seu carro não funcionou direito e soltou um cheiro ruim, de queimado, quando parou. A Lotus, que levou para a pista o seu novo carro para 2014, com o francês Romain Grosjean, também não teve vida fácil e deu apenas oito voltas.

Em Bahrein, mais uma vez, o destaque foram as escuderias equipadas pelos motores da Mercedes, como a Force India do alemão Nico Hülkenberg, que deu 78 voltas e cravou o melhor tempo do dia. Hülkenberg foi quase 1 segundo mais rápido do que o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que completou 64 voltas. No volante de um carro da atual geração, com motor V6 equipados com um sistema híbrido, ele foi o primeiro piloto a superar a marca do alemão Sebastian Vettel, o mais rápido do GP do Bahrein no ano passado.

Alonso mostrou o potencial da Ferrari ficando com o segundo tempo do dia | Mark Thompson/Getty Images Alonso mostrou o potencial da Ferrari ficando com o segundo tempo do dia | Mark Thompson/Getty Images

Durante o primeiro dia da pré-temporada, na pista de Sakhir, também rodaram bastante o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes (74 voltas), e o dinamarquês Kevin Magnussen, da McLaren, que também é equipada com o motor alemão. Uma exceção entre os carros movidos pelos Mercedes foi o brasileiro Felipe Massa, da Williams, que passou o dia às voltas com um problema com o sistema de combustível.

O brasileiro até foi para a pista, mas teve de voltar aos boxes depois de apenas cinco voltas. “Sabemos que o mais importante seria acumular quilometragem com o carro e esperamos ter melhor sorte amanhã”, escreveu Massa em sua página no Twitter. Os testes continuam até sábado.

Massa enfrentou problemas no primeiro dia no Bahrein e deu apenas cinco voltas, sem marcar tempo | Andrew Hone/Getty Images Massa enfrentou problemas no primeiro dia no Bahrein e deu apenas cinco voltas, sem marcar tempo | Andrew Hone/Getty Images

Confira os melhores tempos da atividade desta quarta-feira:
1. Nico Hülkenberg (Alemanha/Force India-Mercedes) 1’36s880 (78 voltas)
2. Fernando Alonso (Espanha/Ferrari) 1min37s879 (64 voltas)
3. Lewis Hamilton (Inglaterra/Mercedes-AMG) 1min37s908 (74 voltas)
4. Kevin Magnussen (Dinamarca/McLaren-Mercedes) 1min38s295 (81 voltas)
5. Sebastian Vettel (Alemanha /Red Bull-Renault) 1min40s224 (14 voltas)
6. Adrian Sutil (Alemanha /Sauber-Ferrari) 1min40s443 (82 voltas)
7. Robin Frijns (Holanda/Caterham-Renault) 1min42s534 (68 voltas)
8. Daniil Kvyat (Rússia/Toro Rosso-Renault) 1min44s346 (5 voltas)
9. Romain Grosjean (França/Lotus-Renault) 1min44s832 (8 voltas)

Sem tempo cronometrado:
Felipe Massa (Brasil/Williams-Mercedes), 5 voltas
Jules Bianchi (França/Marussia-Ferrari), 3 voltas

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo