Com gol polêmico, Barcelona vence Manchester City na Liga

Por Tercio Braga
Daniel Alves toca na saída do goleiro para fazer o segundo do Barça | Nigel Roddis/Reuters Daniel Alves toca na saída do goleiro para fazer o segundo do Barça | Nigel Roddis/Reuters

Foi como o treinador do Barcelona previu. Quem mantivesse maior posse de bola iria sofrer menos, mas o que Tata Martino não esperava é o que o gol que abriria caminho para a vitória de seu time contra o Manchester City por 2 a 0, pela primeira partida das oitavas de final da Liga dos Campeões, saísse de um lance tão polêmico.

Aos sete minutos do segundo tempo, Messi avançou e foi derrubado pelo seu compatriota Demichelis, que acabou expulso. O lance foi muito próximo a risca da grande área e o árbitro acabou marcando pênalti. Na cobrança, o atacante foi frio, cobrou no meio com segurança e fez o gol.

O gol que selou a vitória catalã foi feito em uma jogada brasileira. Aos 44 da segunda etapa, Neymar, que entrou no decorrer da partida, tabelou com Daniel Alves, o lateral entrou livre na área para tocar na saída do goleiro Joe Hart.

O jogo melhorou após a expulsão do jogador do clube inglês, já que no primeiro tempo a partida foi marcada por muito toque de bola, assim como Martino também havia previsto. Jogando em casa, o City teve que ir para cima com mais incisão e chegou perto do gol por pelo menos duas oportunidades.

O Barça chegou a ter um gol anulado. Aos 35 minutos do segundo tempo Iniesta fez um passe em profundidade para Fábregas, que achou Piqué livre para escorar, mas a arbitragem já havia assinalado a posição irregular do meia.

Agora o Barcelona leva grande vantagem para a partida de volta, na Espanha. Para passar de fase, o Manchester City precisa vencer por três gols de diferença. Caso devolva o 2 a 0, a partida vai para a prorrogação.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo