Diretor da Renault afirma que problemas nos motores foram resolvidos

Por Tercio Braga
Vergne para com o problemas no propulsor Renault durante os testes em Jerez | Jon Nazca/Reuters Vergne para com o problemas no propulsor Renault durante os testes em Jerez | Jon Nazca/Reuters

Após problemas apresentados pelas três equipes que utilizam motores da Renault nos primeiros testes da Fórmula 1, o diretor de operações da montadora francesa, Remi Taffin, acredita que os motores estarão prontos para a próxima etapa de testes, no Bahrein, que começam na próxima quarta.

Leia mais
• Schumacher supera infecção pulmonar, diz jornal alemão

Nos primeiros treinos livres, realizados em Jerez de la Frontera (Espanha), há duas semanas, Red Bull, Toro Rosso e Caterham apresentaram baixo rendimento, completando apenas 151 voltas.

“Estamos agora um pouco atrás de nossa programação inicial, mas fizemos o que teríamos feito normalmente no primeiro teste. Então, estaremos “ok” no Bahrein. Estamos prontos para fazer o que queríamos ter feito em Jerez, que é testar corretamente a unidade de força e dar aos construtores as condições para “descobrirem” seus carros”, afirmou Taffin em entrevista ao site Autosport.

Segundo ele, os motores apresentaram problemas no hardware que, por consequência, afetaram também o software.

“O primeiro problema com que nos deparamos foi o armazenamento de energia. Tivemos ótimos upgrades que testamos tanto na fábrica quanto na pista, e tudo funcionou como esperado. Então, estamos confiantes que o problema que tivemos no primeiro teste foi solucionado quando olhamos para o hardware e especialmente para o armazenamento de energia”, afirmou.

De acordo com Taffin, a Renault ainda tenta lidar com ajustes no software, principalmente na dirigibilidade, no controle de pressão e calibragem. A expectativa é que todos esses ajustes sejam resolvidos em menos de um mês. A temporada da Fórmula 1 começa no dia 16 de março, com o Grande Prêmio da Austrália, no circuito de Melborune.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo