Quadro de Schumacher não apresenta evolução, diz jornal

Por Caio Cuccino Teixeira
Schumacher está internado em coma induzido desde o dia 29 de dezembro em um hospital de Grenoble, na França | Mark Thompson/Getty Images Schumacher segue internado em coma induzido | Mark Thompson/Getty Images

Duas semanas após o início da diminuição dos sedativos, o quadro de Michael Schumacher não apresentou grande evolução. Segundo o jornal alemão Bild, o ex-piloto ainda não reage a estímulos e segue em situação delicada.

Em coma induzido desde o dia 29 de dezembro, quando sofreu o acidente na estação de esqui de Meribel, no alpes franceses, Schumacher apresentou algumas contrações reflexivas desde que os médicos do Hospital Universitário de Grénoble iniciaram o processo de despertar o alemão do coma. Porém, de acordo com especialistas, pode levar semanas ou meses até que Schumi acorde.

O heptacampeão mundial de Fórmula 1 está sendo acompanhado de perto pela esposa, Corinna, que segue os conselhos médicos de conversar bastante com o marido. Segundo evidências da medicina, isso pode ajudar na condição de qualquer paciente no estado de Schumacher.

O alemão também tem recebido visitas constantes de amigos da Fórmula 1, como Jean Todt e Ross Brawn, ex-companheiros dos tempos de Ferrari.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo