Cerimônia grandiosa abre Jogos de Inverno na Rússia

Por fabiosaraiva

Uma festa eu o novo e o antigo se encontraram abriu os Jogos Olímpicos de Inverno 2014, em Sochi, na Rússia, nesta sexta-feira.

Se a Rússia queria se mostrar uma nação moderna, o fez com uma cerimônia cheia de luzes e recursos tecnológicos, mas exaltou sua história, heróis e artistas.

As obras mais importantes que ajudaram a tornar o país famoso foram lembrados em números com centenas de bailarinos, em um passeio pela trajetória do povo russo até os dias atuais.

 

A cerimônia durou quase três horas, com uma breve apresentação antes do desfiles das delegações. A Grécia, como manda a tradição olímpica, foi a primeira a entrar no estádio.

O Brasil teve a atleta Jaqueline Mourão, do biatlo, como porta-bandeira. Estados Unidos e Rússia impressionaram pelo número de esportistas. Mas um dos mais aplaudidos foram os jamaicanos, famosos pela participação no bobsled, que já rendeu até filme.

No momento mais esperado da festa, as musas Maria Sharapova, do tênis, e Yelena Isinbayeva, do salto com vara, esportes da Olimpíada de Verdão, deram inicio ao trajeto final da chama olímpica.

Em seguida, o wrestler Alexandr Karelin recebeu e passou para ex-ginasta Alina Kabaeva. Ela, por sua vez, passou a chama para a patinadora Irina Rodnina. Por fim, coube ao ex-jogador de hóquei Vladislav Tretyak acendeu a pira olímpica.

Apesar do esforço pela perfeição, a festa apresentou falhas, como alegorias que não acenderam. Mais visível foi o erro no momento em que os anéis olímpicos surgem no ar. O último deles, porém, não abriu.

Numa tentativa de diminuir as críticas pelas leis anti-gays, a organização escolheu uma música da dupla t.A.T.u para receber os atletas russos. O grupo, formado por duas mulheres, é conhecido no mundo em parte pelo apelo gay das apresentações. Curiosamente, as duas se declararam heterossexuais após o sucesso.

Após os frios discursos das autoridades, com destaque para o breve e sisudo presidente russo, Vladimir Putin, personalidades do país sede ergueram a bandeira olímpica ao som de “Lago dos Cisnes”, de Tchaikovsky.

Em seguida, patinadores tomaram a pista para apresentar as modalidades em disputa até o dia 23, no último ato da cerimônia antes da pira olímpica, que encerrou a festa.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo