Corinthians perde a quarta partida seguida e afunda na crise

Por fabiosaraiva
Guerreiro e Romarinho, do Corinthians, durante partida | Rubens Cavallari/Folhapress Guerreiro e Romarinho, do Corinthians, durante partida | Rubens Cavallari/Folhapress

Após a invasão de torcedores no CT do clube, o Corinthians voltou a encontrar sua torcida nesta quarta-feira pela 6ª rodada do Campeonato Paulista. No Pacaembu, o time recebeu o Bragantino e acabou perdendo por 2 a 0.

Leia mais:

Torcida Gaviões da Fiel protesta e briga no Pacaembu
O time estava muito mudado, além dos zagueiros Felipe e Cléber, no lugar dos suspenso Gil e Paulo André, os meias do Corinthians era o peruano Ramirez e o jovem Zé Paulo, que jogou a Copinha. Douglas e Pato, envolvidos em negociações, nem no banco ficaram.

Gaviões da fiel ficava sentada e em silêncio e intimidava quem tentava apoiar o time, o que gerou uma confusão com a polícia.

O primeiro gol do Braga saiu após cruzamento pela direita, Felipe foi cortar e acabou tocando para as próprias redes. Aos 39, Tássio invadiu a área pela direita, chutou, a bola bateu duas vezes na trave antes de voltar para ele e marcar. O gol saiu justamente quando a torcida voltava a cantar.

O segundo tempo já começou com o Braga levando perigo ao gol corintiano, mas o Timão tentou reagir e passou a pressionar o time de Bragança. Aos 27, Sheik foi lançado em velocidade e sofreu falta de Francesco, que acabou expulso.

O Corinthians seguiu pressionando até o fim, mas de maneira desorganizada, não conseguiu levar muito perigo ao gol do Braga e jogo terminou com o placar do primeiro tempo.

O Timão está em quarto no Grupo B, já o Bragantino é o segundo no D, que conta com o Palmeiras.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo