Atlético-PR vence nos pênaltis e vai a grupos

Por george.ferreira
Manoel abriu o placar para o Atlético-PR nesta quarta-feira / Geraldo Bubniak Manoel abriu o placar para o Atlético-PR nesta quarta-feira / Geraldo Bubniak

Em um jogo muito tenso e com quatro expulsões, o Atlético-PR superou o Sporting Cristal na disputa de pênaltis, nesta quarta-feira, na Vila Capanema, e assegurou uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América. Para levar a decisão às penalidades, o Furacão venceu no tempo regulamentar por 2 a 1, com direito a um gol aos 52 minutos do segundo tempo.

Após ter perdido o primeiro jogo por 2 a 1, o Atlético-PR tinha de sair para o jogo, mas o time peruano tentava com todas as armas, incluindo muitas faltas violentas, brecar o Furacão. Os ânimos ficaram acirrados e, aos 18 minutos do primeiro tempo, Balbín e Zezinho foram expulsos após trocarem empurrões: dez jogadores para cada lado.

Ainda antes do intervalo, seis cartões amarelos já tinham sido mostrados, sendo cinco para o Sporting Cristal.

Em desvantagem no placar, o Furacão só foi abrir o placar aos 16 minutos do segundo tempo, com Manoel. No entanto, nem teve tempo de comemorar, pois Iren Ávilla empatou o jogo aos 19. O empate era dos peruanos, mas as coisas ficaram difíceis para eles quando Cóssio foi expulso, aos 20.

Apesar da superioridade numérica e do vasto espaço de campo para trabalhar as jogadas, com 19 jogadores em campo, o Atlético-PR só conseguiu fazer o segundo gol aos 52, de pênalti. Na jogada, Marcos Ortíz colocou a mão na bola e acabou expulso. Na cobrança, Éderson deslocou o goleiro e fez o gol que dava esperança ao Furacão.

Na disputa de penalidades, o Sporting Cristal poderia ter matado o jogo na quarta cobrança, pois havia convertido as três primeiras e o Atlético-PR tinha desperdiçado duas. No entanto, desperdiçou três pênaltis seguidos e o Furacão conseguiu fechar a conta em 4 a 3, com seis cobranças para cada lado.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo