Bom Senso pode boicotar rodada do fim de semana, diz goleiro da Ponte

Por Tercio Braga
Bom Senso FC ameaça greve neste fim de semana | Divulgação Bom Senso FC ameaça até entrar em greve neste fim de semana | Divulgação

O goleiro Roberto, da Ponte Preta e atuante no Bom Senso FC – movimento criado por jogadores para reivindicar seus direitos e tentar melhorias no calendário –, afirmou que os 20 times do Campeonato Paulista podem parar por uma rodada em protesto já amanhã ou no fim de semana. A ideia era protestar logo neste fim de semana, após a agressão de torcedores do Corinthians ao atacante Paolo Guerrero, mas não houve tempo hábil.

A entrevista coletiva da Ponte Preta era para ser apenas de boas memórias sobre a vitória sobre o Corinthians por 2 a 1, que tirou um peso das costas dos atletas e mostrou mais uma vez a estrela do técnico Vadão. Porém, Roberto decidiu abrir o jogo sobre a proposta do Bom Senso FC e também fez críticas à postura de alguns membros do movimento.

“Estamos conversando dentro do grupo. Queremos mais participação. Muitos que entraram no movimento praticamente não se manifestam no grupo de discussões. É preciso que todos participem para que seja possível tomarmos providências. Não queremos fazer nada ilegal. Vamos nos resguardar juridicamente, ver o que é possível fazer”, disse o goleiro.

Além do calendário, a violência contra os atletas tem sido um novo foco do grupo. “Aquela briga que aconteceu nas arquibancadas na partida entre Atlético-PR e Vasco (pelo Brasileiro do ano passado) foi um absurdo. Isso não pode acontecer mais”, disse.

O zagueiro Diego Sacoman endossa a iniciativa. “Acho que se tiver que parar, tem que parar todo mundo. Temos que nos unir”, declarou. O Sapesp (Sindicato dos Atletas Profissionais de São Paulo) não descarta a greve a partir desta quarta-feira.

A Ponte Preta joga amanhã contra o Comercial em Ribeirão Preto, às 19h30. Depois de um início ruim, a primeira busca é para se distanciar dos últimos colocados. Depois, se possível, buscar um lugar entre os primeiros do grupo.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo