Gobbi: "uma parte da torcida que não deve viver em sociedade"

Por Tercio Braga
Para o presidente do Corinthians, é triste ver pessoas confundindo futebol com a razão de viver | Divulgação Para o presidente do Corinthians, é triste ver pessoas confundindo futebol com a razão de viver | Divulgação

O apresentador Milton Neves e o narrador José Silvério, falaram neste domingo, durante o programa “Domingo Esportivo”, da Rádio Bandeirantes, com o Presidente do Corinthians, Mario Gobbi, que lamentou a invasão do Centro de Treinamento do clube alvinegro.

Veja também
Bom Senso: invasão a CT do Timão aumenta chance de greve

Para o presidente do Corinthians, é triste ver pessoas confundindo futebol com a razão de viver e partirem para a agressão contra jogadores.

“É muito triste ver pessoas sem o menor preparo e educação confundindo o futebol com a razão da vida e transformando uma derrota, motivo para fazer alguém sangrar. É muito triste tudo isso. Nós temos um respeito profundo pela torcida, mas existe uma parcela pequena que realmente não tem condições de viver em sociedade”, disse.

Gobbi também disse que se um dos torcedores que invadiram o CT do Corinthians na manhã deste sábado, realmente for aquele identificado pela Polícia Militar como um dos 12 presos na Bolívia pela morte de um torcedor no ano passado, deverá responder criminalmente.

“Vamos pegar as imagens das câmeras, fotos e vamos amanhã (segunda-feira), à polícia para pedir abertura de inquérito e se algum daqueles torcedores que estiveram presos em Oruro (BOL) esteve aqui, vai responder pelo seu ato”, completou.

Durante a invasão dos torcedores do Corinthians ao CT do clube, na manhã deste sábado, o médico que dá nome ao local, Joaquim Grava, se assustou com a movimentação e sua pressão arterial ficou alterada. A frequência cardíaca dele, porém, foi logo normalizada.

A manifestação dos torcedores aconteceu por conta dos últimos resultados do Corinthians em campo, como a goleada por 5 a 1 sofrida diante do Santos, no meio de semana.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo