Pelé recusou convite para atuar na NFL, diz jornal mexicano

Por Caio Cuccino Teixeira
Pelé em entrevista durante o lançamento de Pelé recusou proposta feita pelo New York Giants para atuar na liga de futebol americano | Reprodução

O “Atleta do Século” recebeu um convite para trocar de esporte logo após pendurar as chuteiras. Mas Pelé recusou a proposta para atuar na NFL feita pelo New York Giants. A oferta ocorreu depois que ele se despediu do New York Cosmos e do futebol.

A notícia com o surpreendente convite está na edição desta sexta-feira do diário mexicano El Universal. Segundo o jornal, o maior craque da história do futebol afirmou ao canal ESPN Brasil que a tradicional franquia da NFL gostaria de contar com ele para atuar como panteador, o jogador que tem a função de chutar a bola em direção ao campo adversário. Mas Pelé descartou de imediato o envolvimento com outro esporte.

Logo após encerrar a carreira como ídolo do New York Cosmos, Pelé era um dos esportistas mais populares nos Estados Unidos. Com esse status, a migração para a NFL certamente seria um grande sucesso de marketing, mas não teria necessariamente o mesmo êxito esportivo, avalia o narrador do BandSports Ivan Zimmermann, um dos maiores especialistas da modalidade no Brasil.

“Pelé não tinha as habilidades exigidas para um panteador. No futebol, quem tem as características que a função requer são os goleiros. Entre os jogadores de linha daquela época, acho que o mais indicado seria o Nelinho, que conseguiu chutar uma bola para fora do Mineirão”, lembra Zimmermann.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo