No Corinthians é hora de discutir a relação

Por fabiosaraiva

Após derrota no Campeonato Paulista, Alexandre Pato foi vaiado pela torcida e pôs a culpa nas orientações de Mano Menezes, que devolveu as críticas, mas prometeu se aproximar do atacante para fazê-lo render mais.

 

1) Eu? Pato joga mal, é vaiado e distribui culpa

Depois de ganhar a sua primeira chance como titular do Corinthians, sábado, na derrota por 1 a 0 para o São Bernardo, em que teve atuação bastante apagada, Alexandre Pato foi vaiado pela torcida. Não gostou e atribuiu o seu baixo rendimento às orientações dadas por Mano Menezes. “Não jogo sozinho, não depende só de mim. O Mano pediu para eu jogar na frente, parado. Na única chance que tive, chutei na trave. Quero jogar, vamos ver o que vai acontecer daqui para frente”, afirmou o atacante.

2) Calma aí! Mano repreende declarações

Mano Menezes não gostou das críticas do camisa 7: “Concordo que o Pato não joga sozinho, a bola chegou para ele em determinados momentos, mas não houve sequência. É preciso jogar melhor, trabalhar melhor e ser mais consistente para atender o nível de exigência da torcida.” O treinador também disparou contra Pato por não assumir a responsabilidade pelo seu momento ruim no Timão. “Ele precisa entender a dificuldade que está passando e não jogar para os outros. Quando você entende a situação, fica mais perto de crescer”, disse.

3) E agora? Estratégia é a reconciliação

Se na época em que comandava a Seleção Brasileira o treinador alvinegro cansou de convocar o atacante, no Corinthians o objetivo é, ao menos, fazer Pato se concentrar na carreira e na equipe. Para isso, a estratégia é se aproximar mais do atleta de 24 anos. “Existe o momento individual da vida, problemas de fora que transferem para dentro. Cabe a nós encontrar isso no dia a dia. Aumentar a confiança para que a relação se abra e que se mostre o caminho ideal para seguir em frente”, disse Mano Menezes.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo