Presidente do Barcelona renuncia ao cargo após polêmica

Por Caio Cuccino Teixeira
Rosell fechou vários acordos com a CBF na época que era representante da Nike | Albert Gea/Reuters Rosell estaria envolvido em um esquema de evasão na negociação de Neymar, com o Santos | Albert Gea/Reuters

O presidente do Barcelona, Sandro Rosell, decidiu renunciar ao cargo depois de denúncias envolvendo a compra do atacante Neymar, em 2013, junto ao Santos, como informa o correspondente da Band na Europa, Milton Blay. O dirigente é acusado de maquiar os valores da transação para desviar dinheiro do time.

Existe a suspeita de que, sob o comando do dirigente, o Barcelona tenha desembolsado 95 milhões de euros (cerca de R$ 300 mi) para tirar Neymar do Santos, e não 57 mi (R$ 180 mi), como anunciado oficialmente.

Por conta da suspeita, a Justiça Espanhola investiga onde foram parar esses possíveis 38 mi de euros (R$ 120 mi) gastos a mais na contratação de Neymar.

Se os valores forem confirmados, Neymar se tornará a segunda maior transferência do futebol, superando a ida de Cristiano Ronaldo (94 mi de euros) para o Real Madrid e 4 mi de euros menor do que a compra de Gareth Bale (99 mi de euros), também feita pelo Real.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo