Presidente do Barcelona deve renunciar, apontam jornais

Por Tercio Braga
Rosell fechou vários acordos com a CBF na época que era representante da Nike | Albert Gea/Reuters Rosell estaria envolvido num esquema de evasão na negociação de Neymar, com o Santos | Albert Gea/Reuters

A polêmica envolvendo o valor gasto na contratação de Neymar pode ter custado o cargo do presidente do Barcelona, Sandro Rosell. De acordo com a imprensa espanhola, o dirigente anunciará sua saída da equipe na tarde desta quinta-feira, logo após o clube convocar uma reunião diretiva de emergência para tratar do caso.

Como destaca o jornal catalão “Sport”, Rosell deve renunciar à presidência do Barcelona para não prejudicar o clube na polêmica da contratação de Neymar. Existe a suspeita de que, sob o comando do dirigente, os espanhóis tenham pago 95 milhões de euros (cerca de R$ 300 mi) para tirar o atacante do Santos, e não 57 mi (R$ 180 mi), como anunciado oficialmente.

Por conta da suspeita, a Justiça Espanhola investiga onde foram parar esses possíveis 38 mi de euros (R$ 120 mi) gastos a mais na contratação de Neymar.

Se os valores forem confirmados, Neymar se tornará a segunda maior transferência do futebol, superando a ida de Cristiano Ronaldo (94 mi de euros) para o Real Madrid e 4 mi de euros menor do que a compra de Gareth Bale (99 mi de euros), também feita pelo Real.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo