Orçamento do Rio 2016 quase dobra e salta para R$ 7 bilhões

Por Tercio Braga
Nuzman durante entrevista coletiva na Rio 2016 nesta quinta-feira | Rio 2016/Alex Ferro Nuzman durante entrevista coletiva na Rio 2016 nesta quinta-feira | Rio 2016/Alex Ferro

O orçamento dos gastos para a realização da Olimpíada e Paralimpíada Rio 2016 aumentou de R$ 4,2 bilhões para R$ 7 bilhões. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo Comitê Rio 2016 em sua sede, no Rio de Janeiro.

Segundo site oficial, os recursos serão provenientes da iniciativa privada, na forma de patrocínios, venda de ingressos, licenciamento e repasse de verbas do Comitê Olímpico Internacional (COI).

“A nossa obrigação com o Rio de Janeiro, com o Brasil e com a comunidade esportiva é realizar Jogos memoráveis, pois estamos falando da maior celebração do esporte mundial. Estamos conduzindo a missão de planejar e organizar os Jogos com responsabilidade”, afirmou o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman.

“Os bons resultados alcançados com patrocínios e licenciamento nos permitem prever uma receita privada capaz de cobrir as despesas apresentadas no orçamento que divulgamos hoje”, afirmou Sidney Levy, diretor-geral do Comitê Rio 2016.

“Fizemos uma avaliação criteriosa item por item do orçamento, para conseguir equilibrar as despesas já previstas e atender às novas necessidades que foram impostas ao projeto. Trabalhamos para não haver verba pública dentro do Comitê”, conclui Levy.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo