Operários da Arena Amazônia trabalham mais de 18h por dia

Por Carolina Santos
Estádio receberá 4 jogos da Copa do Mundo  |  Alberto César Araújo/Folhapress  Estádio receberá 4 jogos da Copa do Mundo | Alberto César Araújo/Folhapress

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil do Amazonas, Cícero Custódio, os operários que trabalham nas obras da Arena Amazônia, em Manaus, fazem jornadas de mais de até 18 horas diárias e sem o uso de equipamentos de segurança. A informação foi dada ontem, durante vistoria de  fiscais do Ministério Público do Trabalho, depois que dois operários morreram no final de semana.

Custódio afirmou que os trabalhadores da obra o procuraram para revelar o problema. “Temos trabalhadores na Arena Amazônia iniciando os turnos às 7h e saindo à 1h do dia seguinte. Isso é uma aberração, um crime”, disse o sindicalista.

Na madrugada do último sábado, um operário que trabalhava na instalação dos refletores morreu após sofrer uma queda de uma altura de 40 metros. Horas depois, outro operário teve um infarto enquanto prestava serviço de  limpeza nas instalações do estádio.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo