Bayern de Munique encara a surpresa chinesa na semifinal

Por Carolina Santos
Guardiola orienta Dante durante treino do Bayern | Louafi Larbi/Reuters Guardiola orienta Dante durante treino do Bayern | Louafi Larbi/Reuters

Campeão da Europa, o Bayern de Munique desembarcou em Agadir como arqui-favorito para chegar à final da Copa de Mundo de Clubes deste ano. “No Bayern nós nunca entramos em um campeonato se não for para ganhar”, disse o francês Frank Ribéry, uma das estrelas do time.

Ao Metro Jornal, o técnico do poderoso time alemão, Pep Guardiola, também deixou claro que o time não foi ao Marrocos para passear: “Para os jogadores europeus, a grande questão é entender o quanto é importante ganhar esta Copa do Mundo de Clubes. Sabemos que não é fácil.”

O rival da estreia é o chinês Grangzhou Evergrand, que bateu os egípcios do Al Ahly, por 2 a 0. Que joga sob a batuta do italiano Marcello Lippi e procurou jogar o favoritismo para os alemães.

“Em cem jogos contra o nosso time, o Bayern pode vencer 99, mas quem sabe esta derrota não venha aqui no Marrocos? Se não desperdiçarmos as chances, poderemos esperar pela ajuda da sorte”, disse Lippi.

Na equipe que ele armou para o Mundial, os destaques são todos jogadores conhecidos: o ex-botafoguense Elkeson, o meio-campista Muriqui, com passagem pelo próprio Atlético-MG, e o argentino Dario Conca, que jogará no Fluminense em 2014.

A missão inglória dos chineses de eliminar o Bayern acontece nesta terça-feira, às 17h50, em Agadir.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo