Após mortes, Justiça interdita obras na Arena Amazônia

Por Carolina Santos
Esse é o segundo acidente fatal nas obras da Arena da Amazônia | Divulgação/Site da Fifa Esse é o segundo acidente fatal nas obras da Arena da Amazônia | Divulgação/Site da Fifa

A Justiça do Trabalho interditou neste domingo a construção da Arena da Amazônia, após acontecerem duas mortes no canteiro no último sábado. Um operário de 22 anos morreu ao despencar de 35 metros de altura, e outro, de 49, sofreu um infarto fulminante.

O operário Marcleudo de Melo Ferreira trabalhava no turno da madrugada quando sofreu a queda. Ele chegou a ser levado para o Hospital 28 de Agosto, em Manaus, mas não resistiu aos ferimentos.

A suspensão das obras foi feita em caráter liminar e se limita às obras que envolvem trabalhos realizados em grandes alturas.

Segundo o procurador Jorsinei Dourado do Nascimento, a empresa será notificada ainda neste domingo e deverá parar a construção imediatamente.

Em nota, a construtora responsável, Andrade Gutierrez, lamentou o episódio e disse que irá prestar toda a assistência necessária para a família da vítima.

Horas depois da morte de Ferreira, o operário José Antônio da Silva Nascimento, 49 anos, sofreu um infarto enquanto pavimentava o Centro de Convenções ao lado da arena.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo