Diego Costa afirma ser valorizado na Espanha e pede respeito

Por Carolina Santos
Diego Costa: "Espanha me deu tudo"| Gonzalo Arroyo Moreno/ gettyimages Diego Costa: “Espanha me deu tudo”| Gonzalo Arroyo Moreno/ gettyimages

Depois das declarações em tom indignado de Felipão sobre a recusa de Diego Costa à seleção brasileira, foi a vez do jogador se pronunciar. Em vídeo divulgado pelo seu clube, o Atlético de Madri, atacante falou da dificuldade em escolher um dos dois países, disse que se sente valorizado na Espanha e fez um pedido: quer que as pessoas entendam e respeitem sua decisão de jogar pela Fúria.

 

“Foi complicado escolher entre o Brasil, meu país, e a Espanha, que me deu tudo. Repensei e vi que o melhor era jogar pela Espanha, porque tudo que fiz e tenho foi neste país. Me sinto muito valorizado aqui. Sinto o carinho das pessoas. Espero que entendam e respeitem, porque foi uma decisão muito difícil. Aqui fiz toda a minha carreira e tudo que sou devo a este país”, afirmou Diego Costa, que negou estar renunciando ao país de origem.

 

Leia também:

Felipão diz que Diego Costa ‘desprezou o sonho de milhões’

 

“Não é uma renúncia ao Brasil, não pensei desta forma, até porque tenho familiares no país, onde nasci e, se Deus permitir, voltarei para viver quando encerrar a minha carreira”, defendeu-se.

 

O atacante se colocou à disposição do técnico da Espanha, Vicente del Bosque, nem que seja para jogar por pouco tempo.

“Defender essa camisa não é para qualquer um, é uma coisa muito grande na vida de um jogador de futebol. A partir do momento que o treinador Vicente me convoque, e eu possa jogar cinco, 10 ou 15 minutos, vou dar tudo, porque sou assim. Minha vida sempre foi trabalhar. É a seleção que me deu tudo, e quero retribuir de alguma forma”, disse Diego, que ainda se mostrou preocupado em saber da aprovação da sua decisão por parte do grupo da Fúria.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo