Igualar Fagio e Schumacher é inacreditável, diz Vettel após tetra

Por Tercio Braga
Vettel reverencia o carro que o levou ao tetracampeonato | Getty Images/Getty Images Vettel reverencia o carro que o levou ao tetracampeonato | Getty Images/Getty Images

O que todos já sabiam que iria ocorrer, aconteceu. O piloto alemão Sebastian Vettel venceu o GP da Índia neste domingo e sagrou-se por antecipação tetracampeão na Fórmula 1. Aos 26 anos ele também é o mais jovem piloto a conquistar quatro títulos na categoria.

Veja também
Vettel ganha o GP da Índia é tetra da Fórmula 1

Para celebrar a conquista, Vettel inovou ao fazer manobras em formato de zero com o carro na pista e, depois, após ter saído do carro, e pulou no alambrado para festejar com a torcida. Eufórico, o alemão ainda reverenciou o carro que o levou ao tetracampeonato da Fórmula 1.

“Eu realmente não premeditei nada disso. A equipe me pediu para adotar o procedimento padrão, mas eu pensei: ‘Não desta vez’. Havia tanta gente nas arquibancadas e eu tinha que fazer isso. Geralmente, não somos autorizados, mas eu pensei que seria o certo”, explicou Vettel. Por causa disso, a equipe Red Bull foi multada em 25 mil euros e o piloto acabou sendo advertido.

Mas emoção mesmo veio antes da premiação, quando o piloto chegou às lágrimas na beira do pódio.

“A temporada não foi fácil. Mesmo que as pessoas de fora tenham a ideia de que nós estamos com tudo em nossas mãos nas últimas etapas. Por isso, chega neste momento, e estou sem palavras. Cruzei a linha de chegada e fiquei mudo. Demorei anos pensando em algo para dizer, pois é numa hora como essa que você deseja falar tantas coisas, mas não consegui. O carro estava fenomenal hoje e, na verdade, vem sendo fenomenal por toda a temporada. Não poderia exigir mais. Igualar Fangio e Schumacher é inacreditável”, afirmou um emocionado Vettel após a premiação. Fangio e Schumacher foram os únicos a terem conquistado quatro títulos seguidos antes do atual campeão.

O título deste domingo veio com facilidade no circuito de Buddh, onde conquistou sua décima vitória da temporada, a sexta seguida.

Largando na pole position, o alemão dominou toda a corrida e superou o compatriota Nico Rosberg, da Mercedes (2º) e Romain Grosjean, da Lotus (3º), que completam o pódio.

O brasileiro Felipe Massa, companheiro de equipe de Alonso na Ferrari, terminou na quarta posição.

A classificação final do GP da Índia:
1. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 1h31min12s187 (60 voltas)
2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – + 29s823
3. Romain Grosjean (FRA/Lotus) – + 39s892
4. Felipe Massa (BRA/Ferrari) – + 41s692
5. Sergio Perez (MEX/McLaren) – + 43s829
6. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – + 52s475
7. Kimi Räikkönen (FIN/Lotus) – + 1min07s988
8. Paul di Resta (ING/Force India) – + 1min12s868
9. Adrian Sutil (ALE/Force India) – + 1min14s734
10. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso) – + 1min16s237
11. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – + 1min18s297
12. Pastor Maldonado (VEN/Williams) – + 1min18s951
13. Jenson Button (ING/McLaren) – + 1 volta
14. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) – + 1 volta
15. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) – + 1 volta
16. Valtteri Bottas (FIN/Williams) – + 1 volta
17. Max Chilton (ING/Marussia) – + 2 voltas
18. Jules Bianchi (FRA/Marussia) – + 2 voltas

Não completaram
Nico Hulkenberg (ALE/Sauber)
Mark Webber (AUS/Red Bull)
Charles Pic (FRA/Caterham)
Giedo van der Garde (HOL/Caterham)

[poll id=”90″]

Loading...
Revisa el siguiente artículo