Valdivia lamenta vaias após empate no jogo do acesso

Por BAND
Valdivia durante o jogo contra o São Caetano | Daniel Guimarães/Frame/Folhapress Valdivia durante o jogo contra o São Caetano | Daniel Guimarães/Frame/Folhapress

Após o apito final, parte da torcida do Palmeiras não perdoou o empate sem gols com o São Caetano – apesar de o time ter garantido o acesso à Série A. Na saída do gramado, Valdivia não escondeu a decepção com o resultado, mas lamentou as vaias que vieram da arquibancada do Pacaembu.

Veja também
Palmeiras garante retorno à elite após 0 a 0 com o São Caetano
O que o torcedor pode esperar para 2014?

“É difícil… Dá a entender que não adiantou nada. Se a gente não tivesse criado todas essas chances (14 chutes a gol), vocês (jornalistas) estariam dizendo que a gente jogou mal. A bola não entrou. Foram várias oportunidades, dois pênaltis em que o juiz ‘dormiu na praça’ (não deu). O assistente está ali para levantar a bandeira, e não voltar um pênalti”, reclamou Valdivia.

“A gente queria ganhar, por causa disso não comemoramos do jeito que queríamos. Ficar falando de comemoração pouco importa. O que a gente precisa deixar bem claro é que voltamos. E não foi fácil a Série B. Vocês (jornalistas) viajaram com a gente, viram os campos, os vestiários, os juízes. Eram todos contra nós. Nós fizemos a Série B ser fácil”, afirmou.

O Mago ainda garantiu o esforço pelo troféu da competição. “A gente precisa. Nem a nossa torcida, nem o grupo vai se perdoar se não voltar (para a Série A) com o título”, declarou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo