O que o torcedor do Palmeiras pode esperar para 2014?

O acesso de volta para a elite do futebol brasileiro aconteceu sem percalços, como era esperado, e o Palmeiras comemorará seus 100 anos na Série A. Agora, como será a temporada 2014 do Verdão é que é uma grande incógnita.

Veja também
Palmeiras garante retorno à elite após 0 a 0 com o São Caetano
Valdivia lamenta vaias após empate que garantiu Palmeiras na Série A

A Arena Palestra ficará pronta? Gilson Kleina continuará no cargo? O elenco será mantido? Virão reforços de peso ou o caixa permitirá apenas contratações pontuais para compor elenco? Essas e outras questões precisarão ser respondidas pelo presidente Paulo Nobre o quanto antes.

Elenco e comissão técnica

O técnico Gilson Kleina já afirmou publicamente que não tem sido consultado sobre reforços. Nem ele sabe se continuará no cargo. A diretoria ainda não deu sinais de renovar com o atual treinador, cujo o contrato termina em dezembro.

“Em momento algum foi conversado sobre 2014, planejamento, renovação. É uma coisa que a gente acata. Tenho que canalizar forças até 31 de dezembro. Vou acatar a decisão dessa gestão”, afirmou Kleina.

A situação do elenco também é incerta. Paulo Nobre promete manter a base de 2013 e trazer alguns reforços. No entanto, não menciona quais tipos de contratações serão essas. Os contratos do lateral-direito Luis Felipe, do zagueiro Henrique e do volante Marcio Araujo vencem no final do ano e a diretoria ainda não se pronunciou sobre renovação. Ninguém se pronuncia.

A chegada de reforços também depende do dinheiro que o Palmeiras terá em caixa. Até agora, o clube ainda não conseguiu fechar com o patrocinador máster, que estampa a marca no peito e nas costas da camisa.

Arena

O Palmeiras se envolveu em uma briga com a construtora WTorre e pode ficar sem estádio para o centenário. O problema em questão é pontual. Na futura Arena Allianz Parque, serão 40 mil cadeiras numeradas.

A construtora, que será dona do espaço nos próximos 30 anos diz que tem o direito de explorá-las como bem entender. O clube acha que, por contrato, a construtora tem direito a apenas 10 mil assentos. Sem o impasse a previsão de entrega é para o primeiro trimestre de 2014, mas se as obras pararem…

Loading...
Revisa el siguiente artículo