Ceni classifica como ‘boas’ as defesas contra a Univ. Católica

Por Tercio Braga
Rogério conversa com os demais jogadores o São Paulo no vestiário | Rubens Chiri/Divulgação Rogério conversa com os demais jogadores o São Paulo no vestiário | Rubens Chiri/Divulgação

Apesar de ter sido um dos responsáveis na classificação do São Paulo às quartas de final da Copa Sul-Americana na vitória sobre Universidad Católica-CHI, por 4 a 3, no Estádio San Carlos de Apoquindo, Rogério Ceni manteve a humildade e exaltou o elenco.

Veja também
São Paulo vence jogo de sete gols e avança na Sul-Americana

“Histórico foi a personalidade que esse time teve. Agradeço aos torcedores que estiveram aqui e aos que nos incentivaram, porque eles fizeram a diferença mais uma vez. Foi assim contra o Bahia também. O torcedor levou o time onde ele está hoje e queria agradecer de coração”, afirmou o camisa em entrevista ao site oficial do clube.

O jogador garante que não fica vislumbrado com os elogios. “As avaliações são colocadas dependendo da importância do jogo, mas foram boas defesas hoje. Todo mundo correu e batalhou. O Muricy decidiu colocar o que ele tinha de melhor, e foi um jogaço. Foi um jogo que em si teve dez oportunidades claras pra cada lado. Sete gols não é um placar comum, e o torcedor saiu satisfeito”.

Na próxima fase, o Tricolor terá pela frente Nacional de Medellín, da Colômbia, ou Bahia.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo