Rogério Ceni poderá fazer o que quiser, garante candidato à presidente

Por Tercio Braga
Rogério Ceni já anunciou que vai se aposentar no fim do ano | Rubens Chiri/Divulgação Rogério Ceni já anunciou que vai se aposentar no fim do ano | Rubens Chiri/Divulgação

Próximo da decisão sobre a aposentadoria, Rogério Ceni tem garantias de Carlos Miguel Aidar, candidato à presidência do clube pela situação, de que poderá fazer o que quiser caso ele ganhe a presidência, desde um novo contrato até um lugar no Conselho Delibetrativo. O goleiro, de 40 anos, já admitiu que gostaria de se tornar presidente do clube um dia.

“Eu não tenho nenhuma condição de conversar com o Rogério sobre o futuro dele, porque sou apenas um postulante à presidência. Mas eu digo que se ele esperar chegar abril e eu for o presidente, o Rogério será o que ele quiser ser. Se ele quiser mais um ano de contrato, ele terá. Se ele quiser um ano de contrato nos Estados Unidos, como já foi plano na carreira dele, ele vai ter. Se ele quiser vir para a chapa no Conselho Deliberativo, ele vai poder”, prometeu Carlos Miguel Aidar, em entrevista ao programa “Esporte em Debate”, da Rádio Bandeirantes.

O apoio do maior ídolo do time deve ser disputado com a proximidade da disputa das eleições. Perguntado se Rogério votaria nele, Aidar disse que faz questão do voto do ídolo.

“Eu faço a questão que ele vote em mim. Eu tenho uma foto batendo bola com ele no centro de treinamento e guardo com um carinho imenso”, disse.

Além de Rogério, para quem Aidar pediu estátuas no clube, o candidato é fã de outro componente atual da equipe, o técnico Muricy Ramalho. Ele coloca ambos como os principais ídolos da história do clube.

“O Rogério precisa ter estátuas nos centros de treinamento no Morumbi, ele e o Muricy são os maiores ídolos da história do São Paulo. Eles irão para onde quiserem e como quiserem o dia em que eu assumir a presidência”, concluiu.

Loading...
Revisa el siguiente artículo