Vettel pode fazer história como o tetracampeão mais jovem da F-1

Por Carolina Santos
Sebastian Vettel já venceu oito corridas na atual temporada da Fórmula 1 | Mark Thompson/ Getty Images Sebastian Vettel já venceu oito corridas na atual temporada da Fórmula 1 | Mark Thompson/ Getty Images

Sebastian Vettel não é Michael Schumacher. Mas também não está longe de se tornar uma lenda como o compatriota, maior campeão da Fórmula 1 com sete títulos (1994, 1995 e entre 2000 e 2004). Se não é o maior, o alemão da Red Bull detém outros recordes, que podem se tornar ainda mais significativos após o Grande Prêmio do Japão, que acontece às 3h (horário de Brasília) deste domingo.

Veja também
Acordo é renovado e F-1 continua em Interlagos até 2020
Felipe Nasr: ‘as chances de estar na F-1 são muito boas’

Aos 26 anos, Vettel está prestes a se tornar o tetracampeão mais jovem da história da F-1. Precoce, o alemão também foi o mais novo a ser campeão (23 anos e 14 dias, em 2010), a vencer uma corrida (21 anos e 73 dias, em 2008), a fazer uma pole position (21 anos e 72 dias, em 2008) e a pontuar (19 anos e 349 dias, em 2007).

Para sacramentar o quarto título na carreira, o carro número 1 da Red Bull precisa vencer em Suzuka e torcer para que o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, seja, no máximo, o 9º. A atual diferença entre o alemão e o vice-líder é de 77 pontos.

Depois da prova de Suzuka, ainda restarão quatro corridas no calendário: Índia, Emirados Árabes, Estados Unidos e Brasil. Ou seja, o título de Vettel, que venceu oito etapas, parece ser questão de tempo.

Tanto que o próprio Alonso admitiu que precisa de um “milagre” para conquistar seu terceiro campeonato – o espanhol levou a taça em 2005 e 2006, correndo pela Renault.

“Fizemos milagres até a 15ª corrida e queremos manter o milagre vivo até o resto da temporada”, disse.

Loading...
Revisa el siguiente artículo