Muricy fala em ‘vergonha’ e promete luta no São Paulo

Por Tercio Braga
A derrota para o Santos voltou a deixar o São Paulo ameaçado | Ricardo Saibun/ Divulgação A derrota para o Santos voltou a deixar o São Paulo ameaçado | Ricardo Saibun/ Divulgação

Em vez de um Muricy ranzinza e disparando para todos os lados, uma versão cabisbaixa do treinador falou com os jornalistas após a derrota do São Paulo para o Santos, por 3 a 0, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. O revés, com um a mais em campo durante o segundo tempo, deixou o treinador tricolor envergonhado.

“Hoje a gente sente até vergonha. Como técnico eu peço

desculpas para o torcedor. A gente não merecia outro resultado. O time deles com dez e a gente não conseguiu criar nada”, disse Muricy, condenando não só o resultado, como o desempenho apático da sua equipe.

“Tenho uma história aqui, não dá pra aceitar esse tipo de comportamento nosso. Perdemos no domingo (para o Grêmio), mas fomos para casa satisfeitos porque o time jogou, criou, lutou, mas hoje não dá”, declarou o técnico. “Com o Santos com um a menos, a gente tinha que, no mínimo, fazer o goleiro deles trabalhar. Não dá pra ter outro tipo de sentimento. O mesmo que o torcedor está sentindo eu também estou”, completou Muricy.

“Vamos lutar até o fim”

A derrota para o Santos deixou o São Paulo em uma condição ainda mais complicada nesse Brasileirão. Caso o Vasco vença o Internacional nesta quinta-feira, em casa, o time tricolor volta à zona de rebaixamento.

De acordo com Muricy, independente do resultado de Vasco x Inter, seu time irá lutar até o fim para não ser rebaixado. “A gente que continuar a procurar a saída dessa situação, que está complicadíssima, mas, da minha parte, vamos lutar até o final, com certeza”.

Loading...
Revisa el siguiente artículo