Vinicius critica diretoria anterior do Palmeiras

Por Tercio Braga

O jovem atacante do Palmeiras, Vinicius, criticou a gestão de Arnaldo Tirone, ex-presidente do clube, pela forma como o dirigente conduziu a negociação de renovação de seu contrato. Segundo o jogador, os dirigentes usaram até mesmo o atual técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, para tirá-lo do time enquanto não renovasse o contrato.

“O Palmeiras tinha medo de eu não aceitar a proposta da Udinese-ITA pensando em um salário absurdo e em nenhum momento eles perguntaram qual era a minha vontade, o que eu queria. Em nenhum momento eles ofereceram uma proposta de renovação, ou seja, eles colocaram uma coisa na cabeça do Felipão e sabiam que ele ia bater de frente com qualquer pessoa, e foi o que aconteceu, ele bateu de frente com os meus empresários. Ficou um clima chato e o Felipão deixou de me levar para os jogos porque a diretoria pediu, mas a minha vontade era de renovar. Eu até falei que eles só iriam ver minha vontade com o tempo, e hoje eles podem ver qual era”, disse Vinicius em entrevista ao programa “Esporte em Debate”, da Rádio Bandeirantes.

O jogador ainda revela que depois de muitas reuniões entre as partes, a reunião definitiva que selou a renovação contou com a presença e a intervenção direta do ex-técnico para o desfecho positivo.

“A reunião de renovação demorou apenas dois ou três minutos. O Felipão falou: ‘quem vai falar hoje sou eu. Tem a proposta e é isso. Está bom para você Vinicius?’ Eu disse: ‘está ótimo’. E acabou a reunião”, contou.

O jogador explica ainda que por todo esse problema passou a ser marcado pela torcida. “Na época o que ouvi sobre isso é que queria dinheiro do palmeiras porque passaram uma imagem errada”, afirmou.

Sobre a atual gestão, no entanto, Vinicius é só elogios. Ele garante que o presidente Paulo Nobre conseguiu fazer algo que há muito não acontecia no Verdão: a blindagem do elenco.

“O (Paulo) Nobre é um cara que independentemente de onde for o jogo ele está presente. A diretoria conseguiu entrar e faze ruma coisa no Palmeiras que não acontecia há anos, que é blindar o elenco. Tudo que acontecia lá dentro saía e acabava prejudicando. Hoje em dia não, a gente trabalha tranquilo. Mudou bastante”, finalizou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo