Luxemburgo liga para Kleina e nega contato com o Palmeiras

Por Tercio Braga
A diretoria palmeirense ainda não conversou com Kleina sobre 2014 | Levi Bianco/ Brazil Photo Press/ Folhapress A diretoria palmeirense ainda não conversou com Kleina sobre 2014 | Levi Bianco/ Brazil Photo Press/ Folhapress

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Fluminense, telefonou para Gilson Kleina para negar que esteja negociando para assumir o Palmeiras em 2014. A informação, dada pelo Craque Neto, no programa “Os Donos da Bola”, chegou à concentração alviverde antes do jogo de terça-feira, contra o Avaí, em Florianópolis, e fez com que os jogadores se manifestassem publicamente a favor da permanência do atual comandante, que tem contrato até dezembro.

“O Vanderlei me telefonou, teve todo um comportamento. Falei que não precisava de preocupação, mas ele foi grande profissional, me elogiou e fez a explanação de que o foco dele está no Fluminense”, contou Kleina, que também ouviu do presidente Paulo Nobre que não há nenhuma conversa com outro profissional no momento.

A diretoria palmeirense ainda não conversou com o técnico sobre 2014, até porque a decisão não está tomada. Pessoas do clube dizem nos bastidores que a chance de ser Vanderlei Luxemburgo o comandante do elenco em 2014, ano do centenário, é zero. Mesmo assim, Kleina precisou administrar o ambiente para que o assunto não tirasse a concentração dos atletas na reta final da Série B.

“Estávamos na concentração e dali a pouco o telefone não parava de tocar. Vimos que vocês (jornalistas) começaram a ir para o hotel. Rapidamente teve um contato da diretoria, que não era nada disso. A gente só fica preocupado para não gerar uma situação diferente para os jogadores, porque nosso ambiente está focado. Mas, querendo ou não, não tem como”, acrescentou o treinador, que preferia esperar o acesso à Série A ser consolidado para tocar no assunto.

“Depois do acesso, o Palmeiras terá todo o direito de anunciar, com a minha renovação ou não. Sabedor disso, também vou ter o direito de trabalhar o futuro, aqui ou não. Hoje, se tudo correr bem, o Palmeiras vai virar o ano com uma base sólida, com jogadores que cresceram. Começa a se falar muito de 2014, sendo que nossa realidade é Série B ainda”, concluiu.

Líder da Segundona, o Verdão encara o Sport, neste sábado, no Pacaembu. Os pernambucanos estão no quinto lugar, com 15 pontos de desvantagem.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo