Permanência de Kleina no Palmeiras será avaliada no fim do ano

Por Tercio Braga

A possível saída de Gilson Kleina do Palmeiras no próximo ano voltou a ser assunto esta semana, com a notícia de que Vanderlei Luxemburgo voltaria em 2014 – o ano do centenário. Cauteloso, o presidente Paulo Nobre evita falar sobre o assunto. Mas, se não confirma o retorno de Luxa, o dirigente também não garante a permanência de Kleina, cujo contrato se encerra em dezembro próximo. Neste sábado, o time empatou com o América-MG, por 1 a 1, pela 22.ª rodada da Série B, e manteve uma confortável vantagem na liderança da tabela.

“Isso é assunto interno. Jamais discutiria publicamente. O Gilson é nosso técnico, tem minha total confiança. Vai ser feita uma avaliação do trabalho dele no fim da temporada, assim como foi feito no fim do primeiro semente”, disse Nobre, em entrevista à Rádio Bandeirantes, classificando como “absurda” a versão de que as duas partes – técnico e clube – não querem renovar o compromisso para 2014.

Segundo Denilson, comentarista da Band, Vanderlei Luxemburgo é o nome preferido pela alta cúpula para comandar o time na temporada do ano que vem. Pesariam a favor do técnico, atualmente questionado no Fluminense, a simpatia de Nobre pelo treinador e a proximidade com o diretor executivo José Carlos Brunoro, com quem trabalhou no time no início da vitoriosa parceria com a Parmalat.

Já Kleina dificilmente passa mais do que um tempo longo sem ser alvo de desconfiança. Mais recentemente, quando o Palmeiras já sobrava na Série B, a eliminação para o Atlético-PR na Copa do Brasil jogou o clube num princípio de crise, com direito a severas críticas de Nobre. O presidente chegou, logo após o jogo em Curitiba, a não garantir a permanência do treinador.

Márcio Araújo

Da beira do campo para o gramado, o volante Márcio Araújo é outro com quem a diretoria negocia. O contrato do jogador, que está no clube desde 2009, acaba em dezembro deste ano. Segundo Nobre, as tratativas já foram iniciadas.

“Estamos conversando com o procurador (de Márcio Araújo). A comissão técnica gosta muito do jogador, que está adaptado ao Palmeiras. Mas temos que ver se será interessante para o clube e para o atleta”, declarou Nobre.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo