Maria Suelen fica com a prata no Mundial de Judô

Por fabiosaraiva
Maria Suelen (de branco) na derrota para a cubana Idalys Ortis | Ricardo Moraes/ Reuters Maria Suelen (de branco) na derrota para a cubana Idalys Ortis | Ricardo Moraes/ Reuters

Depois do ouro de Rafaela Silva (categoria até 57kg), o Brasil esteve perto de voltar ao topo do pódio com Maria Suelen Altheman (acima de 78kg), neste sábado, no Mundial de Judô, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Mas a judoca perdeu a final para a cubana Idalys Ortiz e ficou a prata. Foi a primeira medalha em Mundiais de Maria Suelen, que vem fazendo uma ótima temporada, com 16 vitórias e só duas derrotas.

 

Esta foi a quinta medalha do Brasil na competição, todas com as mulheres. Na segunda-feira, Sarah Menezes ficou com o bronze na categoria até 48kg. Na terça, Érika Miranda faturou a prata (até 52kg). No dia seguinte, Rafael Silva conquistou o histórico ouro. E na sexta, Mayra Aguiar (até 78kg) levou outro bronze.

 

De quebra, o Brasil termina com o título mundial entre as mulheres, na soma de todas as categorias.

 

Na final, Maria Suelen não teve muitas chances contra Idalys, que forçou, primeiro, uma punição contra a adversária. Pouco depois, a cubana conseguiu um wazari, seguido de uma imobilização, garantido a vitória e o ouro.

 

A brasileira não segurou o choro após a quinta derrota para Idalys, que nunca perdeu para Maria Suelen.

 

O caminho

 

Na semifinal, Maria Suelen derrotou a francesa Emilie Andeol em luta amarrada, decidida por uma punição dada à europeia, número 6 do mundo. A vitória empatou o retrospecto contra Andeol, com dois triunfos para cada.

 

Por ser a primeira do ranking, a brasileira pulou a primeira rodada e foi direto para as oitavas de final. A adversária foi Gulzhan Issanova, do Cazaquistão, derrotada por ippon.

 

Nas quartas, Maria Suelen voltou a conseguir um ippon, diante da sul-coreana Eunkyeong Kim.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo