Usain Bolt visita Fifa e elogia Seleção Brasileira

Por fabiosaraiva
Jamaican sprinter Usain Bolt poses behind a Usain Bolt com Fuleco, o mascote da Copa de 2014 | Arnd Wiegmann/ Reuters

O velocista Usain Bolt foi convidado pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, a visitar a sede da entidade em Zurique, na Suíça, onde o atleta está hospedado para disputar a etapa local da Liga Diamante. Fã declarado de futebol, o jamaicano arriscou um palpite para a Copa de 2014 e se mostrou surpreso com a Seleção Brasileira.

 

“Eu venho assistindo alguns jogos de futebol recentemente e estou muito impressionado com o Brasil. Eles têm uma equipe jovem e de fato podem vencer esta Copa em casa. Muitos times já descobriram como superar a Espanha”, disse Bolt.

 

O astro do atletismo e seis vezes medalhista olímpico declarou também que seria muito bom ver a seleção jamaicana disputando a Copa do Mundo no Brasil. Diante disso, Bolt também arriscou um pitaco quanto ao futebol de seu país:

 

“Eu tenho assistido bastante o futebol jamaicano. Há muitos talentos no país, talentos naturais assim como no atletismo. É importante mostrar a eles novas técnicas. O futebol é mais difícil e leva mais tempo para se aprender que o atletismo”, afirmou.

 

Por fim, Bolt reafirmou o seu desejo de ser perpetuado no esporte. “Gostaria de me tornar uma lenda, assim como Pelé, Maradona, Muhammad Ali e Michael Johnson”, declarou.

 

Recentemente, o jamaicano conquistou três medalhas de ouro no Mundial de Atletismo, disputado em Moscou. Ele venceu as provas de 100m, 200m e revezamento 4x100m. Em Zurique, Bolt vai correr apenas os 100m. Ele terá como principais oponentes na prova que acontecerá nesta quinta, o jamaicano Nesta Carter e o americano Justin Gatlin.

Loading...
Revisa el siguiente artículo