Goiás faz 2 a 0 no Serra Dourada e elimina o Flu da Copa do Brasil

Por Tercio Braga
Fred, desta vez, não marcou e não conseguiu ajudar o Flu contra o Goiás | Photocamera Fred, desta vez, não marcou e não conseguiu ajudar o Flu contra o Goiás | Photocamera

O Goiás se aproveitou do mau momento vivido pelo Fluminense para despachar o tricolor da Copa do Brasil nesta quarta-feira. Jogando no Serra Dourada, o Esmeraldino conseguiu reverter a vantagem dos cariocas e aplicou 2 a 0, placar necessário para garantir a classificação. Sem deixar o seu, mas com duas assistências, o centroavante Walter foi novamente destaque. Seus passes renderam os gols de Renan Oliveira, aos 46 minutos do primeiro tempo, e de William Matheus, aos 9 do segundo tempo.

Classificado, o Goiás aguarda até esta quinta-feira quando jogam Vasco e Nacional-AM para conhecer o adversário das quartas de final. Os vascaínos tem boa vantagem depois de vencer a primeira partina, em Manaus, por 2 a 0.

Próximos Jogos

O Goiás volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no sábado, quando recebe o Atlético-MG no Serra Dourada, às 18h30. O Fluminense joga com o Santos também no sábado, no Maracanã, às 21h.

O Jogo

O jogo começou bastante equilibrado. O Goiás buscava mais o ataque por conta da desvantagem do primeiro jogo e tinha mais iniciativa na partida, enquanto o Fluminense tentava tocar a bola e valorizava a posse no meio de campo. A partida era ruim e poucas oportunidades foram criadas, as melhores foram do time alviverde, em chutes de longa distância e em bolas alçadas na área.

Os principais nomes do Goiás eram os meias Renan Oliveira e Hugo, que era o mais perigoso e chegou muito perto de abrir o placar em duas oportunidades. Uma em um chute de fora da área, que passou perto da trave esquerda de Diego Cavalieri, e depois ao cabecear, sozinho, uma bola no travessão.

No fim da primeira etapa, o Goiás já era superior no jogo e isso refletiu no placar. Em bela jogada individual, aos 46 minutos, o meia Renan Oliveira entrou no meio da zaga tricolor e tocou no canto esquerdo de Cavalieri, que nada pôde fazer.

O gol no fim do primeiro tempo animou a equipe goiana. O time voltou para o segundo tempo pressionando o Fluminense e no campo de ataque. A pressão deu resultado logo aos oito minutos, quando Walter usou o corpo para ganhar a bola de Igor Julião – jogada em que o Flu pediu falta – e deixou o lateral-esquerdo William Matheus, que só teve o trabalho de escolher o canto para ampliar o placar.

Logo depois do gol, o Goiás continuou no ataque, empurrado pela torcida e quase aumentou ainda mais a vantagem no jogo depois de ótima jogada de Hugo pelo lado direito. Ele foi até a linha de fundo e tocou para trás, achando Walter, livre, mas o atacante furou a bola e não conseguiu marcar.

Dali em diante, o Fluminense teve que buscar o ataque para tentar a classificação. O time tentava, tentava e não conseguia criar uma boa oportunidade, já que o Goiás estava muito bem postado na defesa. A melhor chance foi com Fred, que chutou uma bola na trave. Depois disso, o time abusou das bolas alçadas na área e não conseguiu mais nada.

GOIÁS x FLUMINENSE

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data-Hora: 28/8/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (RJ)
Auxiliares: Anderson José Moraes de Coelho e Celso Barbosa de Oliveira (SP)
Cartões amarelos: Rafael Sobis, Fred e Willian (FLU); David, Rodrigo, Dudu Cearense (GOI)
Gols: Renan Oliveira 46″/1ºT (1-0), William Matheus 8″/2ºT (2-0)

GOIÁS: Renan, Vítor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Dudu Cearense (Valmir Lucas 32’/2ºT), David, Renan Oliveira, Ramon e Hugo (Eduardo Sasha 43’/2ºT); Walter (Neto Baiano 40’/2ºT). Técnico: Enderson Moreira

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Igor Julião, Gum, Anderson e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Willian 25’/1ºT) , Eduardo (Felipe 15’/2ºT); Biro Biro (Samuel 15’/2ºT), Rafael Sobis e Fred. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Loading...
Revisa el siguiente artículo