Perto do tetra da Fórmula 1, Vettel evita comparação com Schumacher

Por Tercio Braga
Vettel ampliou para 46 pontos sua vantagem no campeonato | Mark Thompson / Getty Images Vettel ampliou para 46 pontos sua vantagem no campeonato | Mark Thompson / Getty Images

O homem a ser batido, mas sem comparações com o mito. Sebastian Vettel caminha para seu quarto título mundial da principal categoria do automobilismo e, mesmo com todas suas conquistas, o alemão da Red Bull não aceita ser comparado com o seu compatriota Michael Schumacher, heptacampeão da Fórmula 1.

“É ridículo que eu possa me comparar com Schumacher. Tenho três títulos que não são nada comparados com seus sete. Bater seu recorde não é algo que possa acontecer nos próximos dois anos, portanto não o pleiteio. Tive uns anos muito bons, mas tudo pode mudar de repente”, diz Vettel.

Restando oito etapas para o fim da temporada, o alemão mantém a cautela em relação ao seu tetracampeonato da categoria. “Estou muito feliz pela vitória (na Bélgica), mas não acho que tudo esteja feito. Temos que ir passo a passo e seguir concentrados”, comenta.

Com a vitória em Spa, Vettel chegou a 197 pontos e ampliou a liderança no campeonato para 46. O vice-líder Fernando Alonso, da Ferrari, terminou em segundo lugar, depois de iniciar a corrida em nono.

Quando perguntado sobre o seu futuro companheiro na Red Bull, o alemão abusa da ironia. “É a primeira vez que me perguntam”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo