Érika Miranda fica com o prata na categoria 52kg no Mudial de Judô

Por Tercio Braga
Érika Miranda é imobilizada pela atleta do Kosovo na final | Sergio Miranda/Reuters Érika Miranda é imobilizada pela atleta do Kosovo na final | Sergio Miranda/Reuters

Érika Miranda ficou com a medalha de prata na categoria 52kg feminino do Mundial de Judô. A brasileira perdeu a luta final para Majlinda Kelmendi, do Kosovo, no Maracanãzinho, por imobilização. Este foi o segundo pódio das atletas do país neste mundial. O primeiro foi obtido por Sarah Menezes (48kg), que venceu o bronze no peso ligeiro.

Na semifinal, a brasileira superou a romena Andreea Chitu, que havia sido sua algoz no Mundial de Paris, em 2011, graças a um wazari aplicado logo no início da luta. Na decisão contra Majlinda, Érika sofreu wazari e acabou imobilizada pouco depois da marca de cinco minutos. As medalhas de bronze ficaram com a japonesa Yuki Hashimoto e a alemã Mareen Kraeh.

Com a prata, Érika igualou os melhores resultados das brasileiras em mundiais, repetindo o feito de Mayra Aguiar e Rafaela Silva. Esta também foi a primeira decisão com a presença de um brasileiro nesta edição da competição realizada no Rio de Janeiro.

Sem medalha

Charles Chibana perdeu para o japonês Masaaki Fukuoka e deu adeus à medalhas de bronze em decisão polêmica. O brasileiro sofreu um ippon, na categoria até 66kg, após duas revisões da arbitragem.

Chibana havia aplicado um ippon, validado pela arbitragem, que logo depois revisou e creditou como um wazari. Fukuoka aplicou um yuko que depois virou wazari, e empatou a luta, antes de aplicar o golpe que definiu a luta.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo