São Paulo volta a vencer, mas continua na zona de rebaixamento

Por Tercio Braga
Luis Fabiano comemora o primeiro gol do São Paulo diante do Flu | Divulgação Luis Fabiano comemora o primeiro gol do São Paulo diante do Flu | Divulgação

O São Paulo voltou a sentir o gostinho de somar três pontos no Campeonato Brasileiro depois de doze partidas. Apesar da fase não ser boa, a equipe teve uma atuação segura e contou com o apoio da torcida para bater o Fluminense por 2 a 1. Os gols foram de Luis Fabiano e Reinaldo, ambos na primeira etapa. Para o Flu, Eduardo descontou no final da partida. Essa é somente a terceira vitória do São Paulo no Brasileirão.

Veja também:
Sal grosso é colocado no vestiário tricolor

Com o resultado, o Tricolor paulista chega aos 14 pontos, mas ainda permanece na zona de rebaixamento. O Tricolor carioca permanece com 18 pontos muito próximo dos quatro piores da competição.

Próximos Jogos

A boa partida diante do Fluminense pode ter sido resultado de uma semana de treinamentos, coisa que ainda não havia acontecido sob o comando de Paulo Autuori. Esta semana o cenário se repete e o Tricolor tem o período livre para trabalhos. O Fluminense enfrenta o Goiás na quarta-feira, no Serra Dourada, às 19h30.

O Jogo

Trilha de sal grosso nas escadas do vestiário do São Paulo | Barbara Tellini/Rádio BandNews Trilha de sal grosso nas escadas do vestiário do São Paulo | Barbara Tellini/Rádio BandNews

O duelo até que começou equilibrado, com muitos jogadores no meio de campo disputando a posse de bola. Com as mudanças do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Flu começou no esquema 3-6-1, com Anderson na zaga, Wágner na armação e apenas Samuel no ataque. No entanto, pouco a pouco o São Paulo começou a dominar as ações.

As melhores chances do anfitrião surgiam quando Ganso pegava a bola e tentava achar um companheiro em melhor condição. O primeiro gol aconteceu justamente em um desses lançamentos. Aos 27, Ganso tocou entre os zagueiros para Luis Fabiano, que ganhou de Edinho na corrida e tocou de ponta de pé no canto esquerdo de Diego Cavalieri.

Neste momento, tanto Jean quanto Ademílson estavam fora de combate, machucados, e foram substituídos logo em seguida por Kenedy e Lucas Evangelista, respectivamente. A partir daí, o São Paulo começou a dominar o jogo e o Flu não conseguiu chutar uma vez sequer ao gol de Rogério Ceni.

Quando parecia que o primeiro tempo chegaria ao fim com esse placar, o lateral-esquerdo Reinaldo tentou um cruzamento aos 45 minutos. A bola bateu em Carlinhos e voltou para o são-paulino, que dominou e chutou cruzado para ampliar o marcador, para a festa dos 55.256 pagantes no Morumbi.

Segundo Tempo

No intervalo, Paulo Autuori resolveu mudar seu time e tirou o volante Fabrício para colocar o estreante zagueiro Antônio Carlos. Assim, Rodrigo Caio, que se fazia de zagueiro, adiantou-se para atuar como volante. O Flu não sofreu alteração.

Com a vantagem, o São Paulo recuou para ficar no contra-ataque e o Fluminense aproveitou para pressionar, chegando com perigo em algumas oportunidades. Aos 17 minutos, Luxemburgo tirou Wágner e colocou o garoto Biro Biro, para dar mais velocidade ao time. Assim, o confronto ficou mais aberto e os lances de perigo se tornaram mais frequentes.

De tanto que tentou, o Flu diminuiu a diferença no placar aos 46, quando Eduardo tabelou com Kenedy e chutou colocado no canto alto de Rogério Ceni. Mas a reação foi tarde demais e o time carioca amargou sua oitava derrota no Brasileirão.

O Fluminense volta a campo na próxima quarta-feira, às 19h30, no Serra Dourada, para enfrentar o Goiás no jogo de volta da Copa do Brasil. Na ida, o Tricolor carioca venceu por 1 a 0 e agora joga pelo empate. Já o São Paulo só volta a jogar no próximo domingo, no clássico com o Botafogo, no Maracanã. Para este confronto, a equipe não contará com Luis Fabiano, que levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso.

SÃO PAULO 2 x 1 FLUMINENSE

Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data e hora: 25/8/2013 / 16h
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Bruno Boschilia (PR)
Renda e público: R$ 658.280,00 / 55.256 pagantes
Cartões amarelos: Luis Fabiano, Wellington, Aloísio (SPA); Anderson, Gum, Diego Cavalieri, Kenedy (FLU)
Gols: Luis Fabiano, aos 27’/1ºT (1-0); Reinaldo, aos 45’/1ºT (2-0); Eduardo, aos 46’/2ºT (2-1)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Rafael Toloi e Reinaldo; Wellington, Fabrício (Antônio Carlos – intervalo), Ganso e Jadson (Aloísio – 32’/2ºT); Ademilson (Lucas Evangelista – 32’/1ºT) e Luis Fabiano. Técnico: Paulo Autuori

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Gum, Anderson e Edinho; Igor Julião, Diguinho, Jean (Kenedy – 29’/1ºT) e Carlinhos; Felipe (Eduardo – intervalo) e Wágner (Biro Biro – 17’/2ºT); Samuel. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Loading...
Revisa el siguiente artículo